Namoro namoro mundo

Ou use o tradutor on-line 2. Homem muito arrumado, bem arrumado e organizado. Girald Girald, belga, 49 anos. Frederick tem 43 anos. Para uma viagem de lua de mel, eles viajam cross-country de trem para informar os seus pais de agencia matrimonial ingles ao leste sobre o que acabou de fazer. Tratam-se de pessoas que tem problemas de relacionamento com outras pessoas. Namoro 😍Encontro de casais😍 Seja bem vindos, esse grupo é só mente para casais afins de trocar idéias sobre os seus relacionamentos, caso haja uma simpatia, aí sim eles podem ir até o Pv, caso seja convidado, não aceitamos homens a sós, somente casais e garotas. O BrazilCupid já conectou milhares de solteiros do Brasil com pessoas de todas as partes do mundo, tornando-se assim um dos mais confiáveis sites de namoro e relacionamentos. Iniciado em 2005 e com a confiança de milhares de solteiros, o BrazilCupid oferece serviços de namoro online de qualidade para ajudá-lo a encontrar o seu amor. Início de Namoro Sei que nosso caminho ainda é curto, mas estou atendendo aos apelos do meu coração e escolhendo estas palavras para declarar o que sinto. A cada momento em que nos encontramos, descobrimos sensações que nos embriagam e nos deixam à mercê dos nossos desejos. Bodas de namoro: descubra quais são e dicas de como comemorar 50 frases incríveis de amor O que é o amor e dicas de como demonstrá-lo aos seus seres queridos Mensagens para Namoro, as mais lindas mensagens para namoro... Mais de 144 mensagens para namoro no Mundo das Mensagens

Surto sobre um relacionamento em potencial!!!

2020.10.21 01:28 grunge-witch Surto sobre um relacionamento em potencial!!!

Vamos lá: Eu já tô falando com a S há 1 mês. Conheci ela em um app de relacionamentos. De primeira deu um super match e passamos todos os dias conversando por horas! Pedi o número dela e a coisa começou a mudar. Áudios de meia hora e calls começaram a rolar todo dia até que finalmente saímos juntos!!
Foi super fofinho, andamos de mãos dadas, demos uma volta pela cidade e depois fiquei um tempo na casa dela mas não rolou nada demais.
Foi de uma amizade em potencial pra algo mais não definido. Até nos declaramos falando que gostamos muito um do outro várias vezes.
E agora tá muito coisinha de historinha adolescente. Fazemos call todo dia, recomendamos musiquinhas românticas um pro outro, fazemos poeminhas românticos um sobre o outro, ficamos o 1º rolê inteiro grudadinhos de mãos dadas, já tem até apelidinho um pro outro e eu até conheci a mãe dela!! (e ela quer conhecer a minha)
Agora vamos sair domingo! E ainda marcamos de recitar um para o outro um poeminha que vamos passar a semana fazendo
Mas aí eu tô meio em conflito. Tá todo mundo que conheço achando que eu devia pedir ela em namoro. Que isso já é um namoro, só não tem esse nome ainda.
Mas eu não sei!
Eu gosto muito dela! E quero muito namorar ela! E até quero pedir mas fico inseguro com a minha falta de experiência no assunto. Não é meio cedo? Só 1 mês que nos conhecemos, ainda nem rolou beijinho olha isso, ainda é um relacionamento bebê não tá na hora de pedir em namoro né? Ou tá? Não sei o que fazer nunca fiz isso aí help!!!!!!
Pensei em pedir no domingo, depois dos poeminhas, mas ainda estou em conflito. Para os seres mais experientes daqui, o que eu devo fazer?????? Sigo meu coração ou minha insegurança está certa?
submitted by grunge-witch to desabafos [link] [comments]


2020.10.20 03:53 Control-Much Eu me sinto estranho, eu sou estranho pra caralho

Geralmente eu não sou um cara de pedir auto-ajuda, sinceramente esse é meu primeiro post aqui no Reddit, (acredito que já lurkei o suficiente) a real é que eu fui abusado pela amante do meu pai bem novo. (ela tinha 24 e eu tinha 8) isso se perpétuo até meus 13 eu acho com isso a infame desgraçada além de enfiar o dedo no meu rabo conseguiu me transformar em um garoto bem introvertido e quieto, logo, um punheteiro bem novo ela conseguiu me “depravar” bem novo fazendo eu me tornar uma batata social que vivia em função de realizar os desejos pedófilos dela, na real é que eu me sinto culpado por gostar disso além dela ser amante do meu pai e morar na minha casa como se fosse filha da minha mãe (ela simplesmente agiu como santa para ser acolhida pela minha mãe, a mesma tratava ela como minha irmã) logo isso me fez desenvolver vários problemas como fobia social e problemas de insônia pós ela fazia questão de me “felar” a noite assim quando bem entendia, eu geralmente falava não e que ela não podia fazer aquilo comigo então ela tampava minha boca com a mão e continuava.
A longo prazo isso me ferrou de diversas formas tanto nos meus relacionamentos, quanto na vida social e profissional. Além deu ter ereções aleatórias, isso não parou nem depois da puberdade. Eu sou um viciado em pornografia e sexualizo coisas simplesmente não saudáveis, claramente minha mente se tornou perturbada depois daquilo, mas eu nunca desenvolvi um quandro mais sério quando eu era novo, não comparando do que eu desenvolvi uns anos para cá.
Bom, assim que eu cheguei nos 14 e arrumei minha primeira namorada é que eu tive uma epifania, a primeira é que minha vó é uma arrombada (ela simplesmente impatou a minha primeira foda porque minha mãe pos ela de babá para não deixar eu meter o boneco na menina, depois que minha vó expulsou ela da minha casa logo depois essa garota terminou comigo) a segunda é que minha vida não tinha muito sentido as pessoas me usavam para ter o que elas queriam seja prazer momentâneo, objetos, serviços ou apóio moral e logo depois me descartam como um trapo velho, isso tudo veio junto com a morte do meu tio com 42 facadas na barriga, querendo ou não meu tio além de um grande cheirador de coca, era um dos meus melhores amigos (Ele me mostrou jogos online, lan houses, amigos, e cuidava de mim verdadeiramente sem pedir nada em troca além de um dinheiro para ele comprar um saquinho da fininha as vezes) Ele simplesmente curou minha fobia social e fez eu ter a infância que eu tinha perdido por ser um escravo sexual sem amigos de uma deposito imunda que nunca se importou comigo.
Assim que ele morreu meu mundo desabou foi a primeira experiência com a morte que eu tive, logo de alguém tão próximo, isso me quebrou de diversas formas.
Com isso veio a inevitável depressão eu literalmente só existia para um propósito merda, eu comecei a fumar cigarro para passar a ansiedade bem novo com 15 eu já fumava os “diversos” aquilo me trazia a sensação de leveza, mesmo que fosse uma paz momentânea, era como se meu cérebro parasse de “autistar” (eu sou hiperativo) mesmo eu queimando cada sinapse cerebral que eu tinha, aquele amargo na boca me deixava calmo.
Meu vício e depressão perduraram até um webnamoro merda que eu tive em que eu acreditava que era a “garota perfeita” pura ilusão de um emocionado eu realmente pensei que eu poderia vê-la, ter uma família com ela, conseguir consertar as merdas que eu fiz para mim mesmo e começar a amar o falo ambulante que as pessoas acham que eu sou, eu simplesmente dei tudo para ela e durante os primeiros 7 meses foi tudo ok, era muito amor e muita consideração minha, pois eu sou um cara muito “good guy”, ela tinha uma depressão bem forte por conta do pai abusivo e da mãe ausente (o pai dela é pastor e espanca os filhos, fica bêbado, vive na degeneração, bolsominion) esses pontos que geraram uma “femcel” esquerdista e bissexual.
Ela era fofa, eu achava que estava apaixonado, mas como todos os meus namoros ela só meu usou porque não tinha nada melhor. E me trocou por um ex paulista “femboy” que exigia nudes dela e a travata como lixo, simplesmente eu me sentia muito culpado, pois eu tinha me iludido em algo que claramente não tinha futuro, mas eu sou extremamente carente então o melhor encantamento para me levar no bolso é dizer que me ama, independentemente da circunstância, literalmente ela dizia coisas para eu me sentir horrível comigo mesmo e logo depois dizia que me amava, eu me sentia abraçando um cactu mesmo que não fosse de “verdade” era a primeira vez que alguém falava que me amava, eu entrei em pânico, mesmo eu sabendo cada segundo que aquilo não era o certo a se fazer e eu estava regredindo.
Querendo ou não ela me ajudou a superar uma fase da minha vida, mas eu nunca parei de me sentir um objeto. Na real eu ainda tive mais certezas disso eu simplesmente sou um dildo de plástico que estou na gaveta para quando elas não têm ninguém. (não eu não me considero bonito, longe disso eu to mais para brasileiro morador de periferia padrão)
Logo depois disso eu quis adiar o problema e começar a sair mais com meus colegas e meu primo começou a morar aqui por volta de 3 meses foi tudo tranquilo até que fomos num “hokah” (buteco adolescente) nós juntamos lá, eu comecei a beber até que perdi a inibição e comecei a ir em toda mulher que eu via pela frente igual um macaco, a primeira me achou simpático e me puxou pro canto quando tudo já ia dar certo um colega me barrou dizendo que ela já tinha “dono”, eu ri e meti um “a gente divide, né pae” meu colega riu muito, por ele conhecer ela a mais tempo eu decidi não “profita-la”, mesmo com ele não conseguindo pegar ela depois, por pura consideração pelo cara, eu fui em outras 6 depois dessa e tomei fora de todas e ganhei um apelido de 7.
Na real é que as garotas agora me viam como uma piada que está lá para quando inflar o ego delas para quando elas precisam, tradução literal: “esquento para um babaca com grana comer”. Esse foi um dos momentos mais WTF possíveis na minha vida se não fosse a briga com meu primo que rolou depois. Ele ouviu o que eu tinha comentado com o meu colega e como as pessoas gostam de me oprimir inventaram uma história vergonhosa sobre meus foras para parecer herói na frente no irmão do meu melhor amigo, e como o resto dos meus amigos de infância babam o ovo do meu primo eles literalmente concordaram com ele criando 3 histórias diferentes do ocorrido literalmente forçando que eles eram “os heróis que salvaram o pequeno betinha de ser cobrado na saida do butequinho”, além do meu primo viver se achando o bonzão ele era um gigolô da porra em casa e só aproveitava não dando uma foda para minha mãe, sendo que ela fazia das tripas coração pro arrombado ele nunca tratou ela do jeito que ela merecia, eu cobrei a mentira que ele inventou e simplesmente fui contra toda a minha rodinha de amigos sendo fraco e falho.
Eu não deixei ele falar toda aquela merda sem ter penalidades, mesmo implorando para ele parar de falar e párarmos de discutir, ele veio para cima eu dei um no queixo e na orelha.
Foi o suficiente para deixá-lo katinguelê, então ele me ameaçou de pegar uma faca para mim, então eu quebrei uma bacia de vidro e com a mão e com os cacos sagrando na minha mão eu falei “tu meu irmão, que viveu a vida toda comigo, vai me furar, na nossa casa, com a nossa família aqui, NA MINHA CASA?”. Além de jogar umas coisas na cara dele porque ele merecia.
Foi o suficiente para minha mãe expulsar ele de casa, meus amigos acharam que eu armei para ele e a pessoa que literalmente passou 16 anos da vida ao meu lado meu melhor amigo chupou o ovo do meu primo, vendo tudo que ele diz como verdade absoluta.
Mais cedo ou mais tarde íamos brigar eu acabei de brigar com outra pessoa que viveu a vida toda ao meu lado, isso para mim, é frustrante porque literalmente eu sou dependente de toda emoção positiva que as pessoas têm por mim, ele usou o argumento que eu sou “mimado” por não ter nada da forma que eu quero, mesmo eu saindo errado em tudo quase sempre. Esse argumento ele valida falando que “eu tive tudo na vida agora não aguento perder”, eu esqueci de falar que a amante do meu pai antes de ser pega pela minha mãe roubou todo o dinheiro do meu pai e sumiu do mapa.
Meu pai trabalha no comércio então com a crise, inflação, copa do mundo, carnaval e covid. A gente sempre passa um aperto aqui e alí.
Eu simplesmente sou muito sensível a essa merda eu não sei porque esse padrão aleatório de merda me segue e eu não consigo ser feliz, ou do porque eu me importar com isso.
¹Edit: eu comecei a gostar de trans então a tampa do bueiro leva ao esgoto, por isso eu to aqui. ²Edit: eu me sinto sozinho e vulnerável ³Edit: eu sinto que a minha solução seria uma pessoa que sofreu tanto quanto eu para me entender verdadeiramente. ⁴Edit: esse post é frescurento para um caralho, pois eu sou horrível contando algo então essa merda parece pura frescura, mas foi traumático cada segundo ⁵Edit: apanhei para caralho na escola quando era muleque por ser esquisito ⁶Edit: minha irmã não me suportar e tentou me matar usando um iPhone 6 plus, ela quebrou ele na minha cabeça 8 (pontos). ⁷Edit: tentei me matar usando cabo de extensão no box do banheiro e pulando de uma cachoeira.
⁸Edit: é minha primeira vez sendo op aqui, não tenho muito experiência.
Also, acho que embananei essa porra para caralho e não cheguei em lugar nenhum, mas eu precisava de um lugar para postar essa merda sem polimentos com esses pensamentos abstratos antes que eu comece a chorar pelo quão random essa merda de vida é.
submitted by Control-Much to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 17:41 shylizie Não me apresentou a família, não posta foto comigo

Tenho 17 anos e ele 23, estamos a 1 ano juntos e ele não me apresentamos uma família e nem aos amigos, quando tocou no assunto disse que não quer que eu fique próxima das amigas porque elas são má influência e se fosse um grupo de amigos só de meninos ele me apresentaria, umas desculpa bem ruim porque se é assim, é totalmente possível me apresentar só aos meninos pois ninguém ali é grudado. Eu conversei brevemente com a mãe dele depois de eu ter reclamado sobre isso, ele admitiu que a mãe já várias vezes porque ela ainda não me conhece. Eu sou extremamente tímida então cobrar esse tipo de coisa, faz parecer que sinto sinto seguro de conhecer todo mundo, mas a verdade é que eu sinto medo e eu queria que ele me deixasse confortável e me inserisse no meio, eu queria ajuda nisso, porque eu realmente preciso. Por causa da quarentena nos vemos, mas antes da quarentena ele já podia ter feito isso acontecer. O relacionamento é muito bom, uma coisa única que me incomoda profundamente é isso.
Eu sou reservada e não sinto necessidade de mostrar em todas as redes sociais que eu namoro, postar muitas fotos e vídeos e acho que pode até atrapalhar um pouco o relacionamento mas eu acho super estranho meu namorado que sempre postou muitas histórias com amigos e amigas, comigo ele nunca postou nada, tipo nem uma fotinha, no início ele perguntou se eu me incomodava com isso e no início era super de boas, mas agora já acho que vou fazer um ano e eu isso estranho.
O que eu faço?
submitted by shylizie to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 07:17 yooo66666 Autosabotagem, pornografia e brochar.

Nem sei por onde começar... primeiramente tenho 20 anos e é realmente um pouco constrangedor escrever isso mesmo sabendo que ninguém me conhece, mas ok bora lá. A mais ou menos 2 anos eu terminei o meu ultimo namoro e já naquela época eu consumia pornografia mas era beeem menos, tanto que ainda não atrapalhava nada em minhas relações sexuais, tudo sempre flui numa boa, nunca pensei que poderia ter problemas com isso. Daí, dps do termino comecei a consumir mais a pornografia mas ainda tava dboa, me sentia tranquilo em relação a isso, trocava ideia com varias mina me sentindo bem e despreocupado, só que aí pro final de 2018 eu fui encontrar uma amiga minha e rolou minha primeira brochada, fiquei porra, desesperado na hora, com vergonha e pá(era a primeira vez da mina) nussss fiquei bem abalado serião, falei com uns amigos meus e eles foram suave, nem tiraram sarro, disseram que era normal, mas aí que começou o problema(deveria ter levado numa boa né, todo "mundo" leva isso numa boa, pq eu n iria) enfim, a partir daí comecei minha graaande jornada de autosabotagem e porra velho, até hj n consegui superar isso (como cara???? kkkk taloko) eu realmente rio disso, pq parece ser piada as vezes, eu gosto de mulher, gosto demais cara, e desde de essa época eu comecei a questionar tudo, minha sexualidade, pô problemas mentais, uma avalanche de pensamentos mesmo. (Tá, são muitas coisas a se falar e ainda to com vergonha de escrever isso, mas vamo lá)
Inicio de 2019 e eu tranquilo até ainda, sem nenhuma confusão mental aparente e ainda trocando ideia dboa com umas mina, aí conheci uma menina e a gente foi se aproximando, se beijou e pá, começou a rolar um amorzinho mas a gente n tinha transado ainda e aí um dia ela me chamou pra eu ir na casa dela, era carnaval, fui né, bebemos umas, fumamos uns beck e ficamo daquele jeitão né, delícia, pegação que num parava mais e aí começamo a tirar a roupa, ela me chupou(suave até então, meu pau tava levantado kkkkk) e eu tava dboa tb, eu chupei ela dps e aí bateu aquela ansiedade trevooosa, pq né o proximo passo seria nois fuder e assim... aiai.. eu tinha camisinha lá(ps: no meu ultimo namoro agnt transava so´sem camisinha praticamente) e mano, tremi nas base, falei pra ela q tava sem camisinha e né, ela tb nem tava afim de ir sem, e continuei chupando ela numa boa, mas né, pensando daquele jeitão nas coisa, preocupadasssso, uma lokura gente, aí blz, dormi la e de manha ela veio me cobrar q eu podia ter ido na farmacia e só dei uma desculpa(rapaziada por incrivel que parece n sou gay e eu me questionei bastante sobre isso, pode acreditar). Depois disso começou o desastre, toda vez q pensava em sexo pensava em brochada, instantâneo tipo, aí assim, quero resumir um pouco ne, mas vou falar oq me der na telha aqui. Dps desse ocorrido n falei pra ngm, nem amigo, nem psicologo, nem nd, malucao o cara ne, fala nem pra psicologo aiai, tabom. Dps com essa mina, de précha, broxei mais uma vez só q ai dessa vez foi na hora da penetração mesmo, aquela meia bomba que todo mundo adora, lindeza que só( to falando desse jeito pq acho q assim vo sentir menos otário) aí acabei me afastando dela (vergonha absurda, eu sou uma piada msm), deixei claro pra ela q o problema era cmg, e que ela era né MARAVILHOSA (pq de fato era kkk) aí meus manos e manas, nesse momento eu ja tava 0 bem das ideia(ps: faz mais de 1 ano isso e to desabafando isso só agora pra alguém ok) , escondendo tudo de todo mundo, mas transparecendo que tava tuddo deboa ne, kkk aiai. Que eu me lembre dps dessa mina passou um bom tempo q eu nem tentei nada com ngm(no sentido de ir pra hora H) e tipo, eu continuei flertando, com altas mina e dando idéia mas só na raso (olha o medo que tava, medo de brochar, eu sla, nem imagino falar isso pro meu amigo mais proximo q eu morro de vergonha sla) continuei flertando e pá ne, considero estar em um ponto bem alto da minha kkkk beleza facial e de personalidade tb, ent acaba q altas guria se interessava, e eu bobo né, dava papo mesmo sabendo desse meu problema kk. Ok, final de 2019 chegou um dia lá que a mesma mina q eu tinha broxado lá na primeira vez, me chamou pra ir na casa dela (claramente pra gente fuder) e eu em duvida, falei q n podia, por causa desse medo mesmo e sla, acabei indo encontrar uma amiga minha e a gente beijou dps um tempassso q eu tava afim e assim, fez minha noite tlg, n transei, nem brochei kkkk foi ótimo. Ok, vou voltar aqui no assunto da pornografia e falar q, durante o ano inteiro de 2019 eu provavelmente me masturbei quase todos os dias, pra pornô msm (mas nessa época nem tava ligado em questão de estimulo visual ser tãaao importante pra uma possivel brochada) ok, n dava a minima pra quantidade de porno q eu consumia, só seguia a vida msm, achando que todo esse medo aí meu, era problema meu, sla algum problema mental q eu desenvolvi e q era isso, botei na minha cabeça q ia continuar a ver pornografia pq já q eu n ia transar, pelo ou menos o porno ia me satisfazer( QUE ERRO, REPITO QUE ERRO jovem eu de um ano atrás). Aí pra frente é confusão mental atrás de outra, ia pro psicologo nem sabia oq falar, ficava todo perdido, todo vez q eu podia pensar nisso eu pensava e ia fuuundo e paranoia e fantasia de coisa nem ia acontecer, mano, to querendo é chorar escrevendo isso, nunca tinha botado pra fora isso, enfim... final de 2019 li em algum lugar sobre um negocio q chama reboot, que até tem video no TEDx sobre isso e video do Terry Crews falando, que é basicamente vc ficar sem se masturbar por um tempo indeterminado, que aí uma hora tudo ia voltar ao normal, na hora q eu li eu falei "É ISSO, É ISSO, PRONTO VO RESOLVER MINHA VIDA AGR MESMO" mandei msg pro meu psicologo falando q nois tinha q conversar, tava todo animado, cheguei lá, falei pra ele tudo, tudo q tinha rolado, tava rolando e falei disso aí, mas ele n me recomendou eu fazer esse reboot, falou q a masturbaçao é algo importante pro individuo, e sla, me convenceu q era melhor eu só esquecer disso e levar a vida (hj eu lembro disso e assim, meio cuzao ele ne) na hora nem parei pra pensar no negocio, tava lokin das ideia já.
Vo tentar resumir agr, dps desse aí, continuei me masturbando pra porno ainda, as vezes eu tentava parar um tempo por causa de coisa de twitter e pá, mas acabava voltando uma semana dps. Nessa época eu comecei a criar um autoestima fodida em cima disso, foi surgindo assim tb, fui levando a vida como se tudo oq tivesse rolado tivesse sido só uma fase da minha vida e que tinha passado e que eu já tava deboassa em relação a questão de brochar, que na proxima vez q rolasse ia dar certo, tipo, tava bem deboa. Aí né tava confiante, e um belo dia chamei uma mina q tava cvs pra vir aqui em casa, agnt ja tinha ficado uma vez e tava né, com tesão afinzassso, começamo a tirar a roupa foi indo, chupei ela, suavao, aí ela foi me chupar e ele abaixou do nada, sim, no meio do boquete foi pra vala minha líbido, tentei ressuscitar mas n tava indo, bati uma ali mesmo e n foi, minha cabeça já tava a mil, ja´era ne kkk falei pra mim msm, dps agnt fumou um pra ficar dboa e cvs com ela e pá, ficamos suave. Teve mais uma situação com essa mina (acho q eu forço muito né, mas eu tava só querendo botar minha autoconfiança pra cima de certa forma) agnt saiu comeu um burg já naquele estado né, e dps fomos pra casa dela, casa n, escada do prédio e rolou ali msm, oral dos dois, n brochei durante foi suave, mas na hora de penetrar nela o menino abaixou, mas fiquei deboa, respirei e fui estimulando, uma hora deu certo, botei pra dentro e foi(meia bomba kkkkk), foi pouco tempo mas foi, aiai, que saudade dessa sensação meus amigos kkkk enfim, isso era inicio de 2020, daí começou a quarentena e desde entao eu nem saía de casa né, pra pegar alguém (pra nd msm), mas continuei flertando dms ne, cabo que, uma mina lá falou pra eu ir na casa dela pra né e ja botei na cabeça que n, que n ia rolar, que ia dar merda, já pensando na brochada (ô laia) e confundindo minha cabeça, falando q sexo casual é merda (nunca nem fiz sexo casual) só inventando mentira pra disfarçar esse problema meu, enfim, dei perdido na mina. Aí (ta acabando tá? se algm tiver lendo) anteontem uma mina veio aqui em casa, ja tinha combinado a uma semana atras, mas assim kkkkjjjj, imaginando q agnt nem ia transar nem nd, no maximo um boquete e tals, por isso nem fiquei preocupado com broxar e pá, só aquele calafrio basico de trocar ideia com uma mina q tu realmente acha daora, pela primeira vez, pessoalmente (coisa linda) me preparei total, comprei um corre pra gente pitar, comprei umas breja, umas comida, meditei um pouco pra ficar suave e foi né. Ela colou, agnt trocou altas ideia daora (sla eu tava um pouco de receio de ela achar eu meio maníaco de já querer transar direto assim) aí preparei o ambiente como eu disse, fui fazendo um clima rolar alí...rolou... pegação intensa, tava adorando, bão dms, aiai, que mulher minha gente, começou a passação de mão, eu meio passivo ainda, mas tava daora, aí ela tirou meu short e ja comecei a ficar em choke(pelo lado bom) nem tava pensando em nd, aí ela parou assim e perguntou se algm podia ver nois ali (agnt tava no terraço de casa) aí falei q n, mas q sepa era melhor nois ir pro sofa q aí ne, já ficava mais confortavel( eu sou mt burro) kkkkkkkkkkk ta, ai´fomos pra la, nisso eu ja tinha guardado o pau e tava mole já, e mano, voltamo a se pegar(po eu tava desaprendido 7meses em casa) pegação lá intensa, bão dms, ai´vacilei comecei a pensar na famosa broxada, passou um tempo ela tirou minha calça e começou o oral, e adivinha n fiquei duro, e eu acho ela gostosa, acho dms, n creio q esse seja o problema, n creio q o problema seja eu n ter atração por mulher, eu tenho sim, só acho q a pornografia me leva a ter uma rotina, um vício FUDIDO que faz eu me apagar a minha própria mão, a esse ambiente nojento da punheta e de tudo q ela envolve com a pornografia, mano, eu to muito puto comigo msm, pq JÁ SE PASSOU MAIS DE ANO Q TO NESSA MERDA DE SITUAÇÃO PODRE, MANO EU QUERO TER FILHOS UM DIA, EU QUERO TER ESSE PRAZER DE TRANSAR, EU QUERO TER ESSE PRAZER DE VIVER UMA VIDA TRANQUILA SEM TER Q ME PREOCUPAR COM PROBLEMAS DE BROXAR, EU SINTO UM DESCONFORTO TÃO GRANDE COM MEUS AMIGOS, QUE REALMENTE SÃO MEUS AMIGOS E DISCUTEM ABERTAMENTE SOBRE ISSO, MAS NGM NUNCA FALOU SOBRE BROXAR, ME SINTO UM INUTIL NESSE SENTIDO ESCREVENDO ESSE TEXTO. CARAS, EU N QUERO VIVER A VIDA TODA ASSIM KKK NEM FOODENDO, NEM FODENDO. Só quero resolver isso e parar de pensar tanto em coisa que é inútil, amanha ja devo cvs com meu psicologo a respeito pq n da mais, eu fico triste, sinto um vazio imenso em mim dps q isso acontece, se alguem leu até aqui, obrigado pelo o seu tempo, diga aí oq vc acha sobre, ou n tb, se que sabe, enfim, abraços e uma boa noite pra todos. :j
submitted by yooo66666 to desabafos [link] [comments]


2020.10.18 15:50 flamingo-chan Desilusão amorosa

Uns 3 anos atrás eu era mt apaixonado pela minha melhor amiga e ela tbm demonstrava q sentia o msm por mim ela é linda, engraçada, bastante inteligente e mt sociável ela conseguia conversar com todo mundo e eu admirava mt isso nela a várias outras características dela tbm, eu já tinha pedido ela em namoro algumas vezes mas ela não estava afim naquele momento então optamos por uma amizade colorida.
Eu fiquei feliz pra caralho e um pouco confuso pois era a primeira vez q eu estavam tendo uma amizade colorida e eu não sabiá mt bem como lidar com isso pois era a primeira vez q eu estava tendo uma amizade colorida com alguém e eu acabei confundindo aquela amizade colorida com um namoro e eu acabei sendo bastante tóxico com ela por imaturidade minha na época
Então teve um dia q eu fiquei mt bêbado e resolvi mandar um áudio pra ela falando o quanto eu gostava dela e q ela é a pessoa mais maravilhosa q eu já conheci e q eu admiro mt ela mas na hora eu não consegui fala oq q eu sentia por ela por algum motivo eu não consegui falar oq q eu queria eu acabei falando um monte de merda pra ela obviamente dps do corrido eu pedi desculpas e dps disso ela nunca mais falou comigo ela até parou de ir pra a escola pois nos éramos da msm sala
Eu me senti mt mal por ter falado aquelas bostas pra ela, sempre quando eu lembro disso o sentimento de culpa me machuca mt
submitted by flamingo-chan to desabafos [link] [comments]


2020.10.17 00:39 TravsTravinho Não sei se eu sou louco, tóxico, surtado ou se eu só não devo aceitar menos do que eu mereço. Só queria ouvir algumas palavras de conforto.

Isso é um desabafo, mas tudo vem de um relacionamento.
Constantemente sinto vontade de morrer, não de me matar, me suicidar, nem nada do tipo, eu só queria não estar mais aqui, não viver mais essa vida, e principalmente não ter a personalidade que eu tenho, não sentir necessidade de sentir o que eu sinto.
Nem sei como começar a explicar, eu tô nesse relacionamento, é um namoro, com toda certeza do mundo, estamos nos vendo toda semana, se chamando de amor, eu pago as coisas pra ele sem problemas, não ficamos com outras pessoas, dizemos “eu te amo” constantemente... Exceto que ele não quer namorar, ele tem os traumas dele com namoro e eu entendo.
Sinto que nada que ele faz pra mim é suficiente, isso mesmo, sempre ouço as pessoas dizerem “não me sinto suficiente pra ele” mas aqui é o contrário, eu sei que sou suficiente, eu seria um namorado perfeito, busco e levo ele em casa, faço surpresas, compro presentes, me declaro diariamente, levo em restaurantes caros, não vejo problema em parar tudo que eu estou fazendo para escutar o que ele sente, ouví-lo desabafar, tentar ajudá-lo com quaisquer problemas que ele possa ter. Mas não sinto o mesmo vindo dele.
Não é que ele não me ama, ele ama e eu sei disso! Ele me diz isso, ele arruma tempo pra mim, só que talvez ele não seja tão intenso como eu sou, e toda vez que eu reclamo ou que temos conversas sobre isso - ele sabe de tudo que estou escrevendo até agora - acaba em briga, eu supostamente o faço sentir insuficiente rs, ele se sente horrível, eu me sinto um monstro por dizer certas coisas (e eu falo com jeitinho).
Sei lá, talvez eu peça demais dele, talvez eu esteja sendo um monstro cruel, tóxico e abusivo por dizer que quero mais, que não sinto reciprocidade, que eu tenho um monte de responsabilidades e ele não... Ou talvez eu esteja certo em solicitar pra ele o que pra mim eu considero como o mínimo... Esses dois pensamentos ficam brigando dentro da minha cabeça parece, em um momento eu me sinto o dono da razão e cobro algum tipo de ação dele, alguns minutos depois eu posso me sentir péssimo.
Ele diz que eu não reconheço o que ele faz por mim. Eu sinto que ele não faz nada além de me dar migalhas de afeto.
Sinto que ninguém, nem ele, por mais que ele tente, consegue lidar comigo e com os meus sentimentos. Ele realmente tenta melhorar quando eu digo que estou incomodado com algo, mas será que eu estou em busca de um conforto que ninguém pode me prover?
Se eu não fosse tão necessitado do amor dele, se eu não lesse as entrelinhas e analisasse cada mensagem dele, nada disso seria um problema. O problema sou eu, e não ele.
Mas, eu estou errado em procurar alguém que me faça sentir confortável? Eu só quero ter o mesmo tratamento que eu dou a ele, me sentir e ser tratado como um príncipe.
Amo esse menino, mas acho que eu deveria terminar com ele, acabar com nosso relacionamento que até então era tão leve e saudável, tudo que eu sempre quis, para que talvez no futuro eu não o machuque, e nem ele me machuque.
submitted by TravsTravinho to desabafos [link] [comments]


2020.10.16 03:57 apenas_mais-um Garota vácuo de validação ou traumatizada?

Seguinte.
Fiquei com uma menina durante dois meses. Conheci ela do lado de casa por intermédio de uma amiga. Eu lá todo feliz ficando com algumas meninas sem compromisso e todo mundo feliz. Ai essa amiga me diz que ela se interessou em mim e passou o telefone dela. Mandei uma msg na sexta e conversamos, mascamos de nos ver em casa no sábado. Conversamos, tomamos uma vodka e ficamos. Transamos maravilhosamente. Demorou 5 dias e ela nada, fui e mandei msg perguntando de um segundo encontro, e ela so mandou msg falando kkkkk.... tentei de novo e ela falou que quem tinha que chamar pro segundo encontro era eu (oiiiii? eu ja tinha chamado) enfim. ficamos e ficamos mais ai ela começou a me chamar pra sair com os amigos e amigas dela. Conheci todos e com o tempo eles me falaram, ela gosta de vc. E eu falava, ela não gosta, ela gosta da sensação que eu proporciono a ela, pq só eu e ela ela nao me da brecha nenhuma e é só sexo. Eu me apaixonei por ela como não acharia que me apaixonaria de novo por alguém. Falei isso pra ela. Continuamos ficando. Eu mandava bom dia pra ela e era romantico e ela me falava que nao gostava de bom dia. Até ai tudo bem, cada um tem seu jeito de ser. E eu encucando cada vez mais que a guria não queria nada comigo. Ai a melhor amiga dela me fala, vc sabia que ela namorou por 10 anos e terminou recentemente? E eu falei, não sabia. E vc sabia que ela tava ficando com um cara e esse cara queria namorar e ela nao queria e ai ele pressionou ela e ela nao quis e ele apareceu com uma outra menina grávida? Cara, imagina que role foda pra mina. Mas enfim, eu não tenho nada o que ver com isso. Sempre tratei ela como a última bolacha do pacote, foi amor de vdd manja, eu nem sei explicar como eu olhava todo bobo pra ela e ela virava pra mim e falava, o que foi? Na última sexta feira era aniversário dessa amiga dela, fomos no lugar, e eu lá normal, desencanadão, e o melhor amigo dela vem me falar, mano, ela foi em casa hj e me falou uma frase como vc sendo o namorado dela, ela gosta de vc blábláblá....e eu falando, ela nao gosta de mim... e ele, vc tem que falar com ela ... pelo menos perguntar se ela ve um futuro de vcs juntos ou alguma coisa, pq ela gosta de vc1!. Ele é homosessual, virou meu brother, e eu confiei nele... passei por cima de todos os meus instintos e falei, blz, vou falar com ela... a noite eu e ela viemos pra casa e eu sentei na frente dela no sofa pra conversar, ela ja foi rancando a roupa e indo pra cama.... eu pensei...não vou transar sem tirar isso da cabeça.... ai fui e falei, que estava realmente gostando dela e que não queria nada do tipo namoro, mas gostaria de saber se ela enxergava um futuro com nós dois juntos, pq eu estava tendo reais sentimentos por ela. A mina não falou nada virou de lado e falou.... Eu preciso ir embora. Gente, meu mundo caiu, e eu que não sabia o que era chorar chorei segurando o soluço..... foram meia hora de uma tortura muito doida..... a mina não falou mais nada.... ai ela falou de novo, eu preciso ir embora, e eu falei, tudo bem, se é isso que vc quer eu abro o portão lá pra ti. Fui lá e abri o portão ela parou e falou nossa, tá frio né...e veio me beijar, coisa que ela nunca fez, e me beijou meia boca...... isso foi na sexta, desde lá não nos falamos mais. Eu não sei o que pensar disso tudo, vejo os tópicos aqui e não vejo nada além da galera falando procura psicólogo blablabla segue a vida blablabla... Alguém consegue entender o que rolou e como agir?
submitted by apenas_mais-um to desabafos [link] [comments]


2020.10.16 02:06 E3dubarros Cansaço

Estou cansado,de tudo,de todos.Acordo e simplismente n vejo motivos pra isso td.Entro no instagram e vejo as merdas q acontecem no dia dia,o quão ruim o ser humano pode ser,estudo sobre o passado da raça humana e vejo as atrocidades.Já passei por muita coisa:crises de ansiedade,depresão tão forte q em certo momento n sentia mais nd nem conseguia rir,recentemente terminei um namoro abusivo e perdi uma porrada de amigos.Eu olho pra td e n vejo mais sentido.Hj tenho meus momentos de felicidades e tals,mas estou cansado do mundo,das pessoas.Vejo coisas como o pronome neutro,racismos coisas q n aguento mais.Daqui a pouco n vamos poder falar mais nd,um monte cheio de mimi,a cultura do cancelamento a militancia no twitter.Eu simplismente n aguento mais.Quero continuar vivendo,mas estou cansado de tudo como c eu olhasse pras coisas e para outras pessoas e fosse um alienigina.Queria conhecer algm q c sentisse assim.Eu tenho meus sonhos sabe,ser rico e viajar o mundo,mas n sei c vou conseguir isso.E o mundo de hj ta tao podre(mo papo de kira neh).eh isto
submitted by E3dubarros to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 22:09 milanigb Fiz merda e me arrependi

Eu estava namorando (Vamos chama-la de J) no carnaval, no entanto cometi o erro de ficar com outra mulher, era pra ser só uma ficada, porém fui para o apartamento dela e dormimos juntos, trocamos contatos e continuamos conversando. Saímos nas semanas seguintes e fui me apegando pela L (vou chama-la assim) . Duas semanas após ter conhecido a L terminei o namoro, porém não contei sobre a traição.
Um mês se passou e ela descobriu, a mãe da J me mandou um zap me xingando com um testo enorme, porém até ai tudo sobre controle. Continuei vivendo meu romance com a L.
No dia 29/04/2020 a L posta uma indireta pra mim no instagram, com palavras como Vacilo, traição, mentira e suas definições. Como eu queria estar bem com ela fui perguntar o que houve, e ela começou a me perguntar sobre minha sinceridade, e eu novamente menti e fingi que não namorava. Quando ela me contou que já sabia, meu mundo desabou, disse que se eu tivesse sido honesto quando ela me deu a segunda chance, poderiamos ter vivido algo depois daquilo, mas como não fiz isso não ia dar pra continuar.
Sofri por um tempo por ela, fiquei bem mal por cerca de um mês quando decidi olhar para frente. No entanto, mesmo conhecendo mulheres muito incríveis. Eu ainda sinto um pouco de falta dela

(História resumida)
submitted by milanigb to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 20:05 gabstablook Tá foda

Meu namoro acabou no fim de Março desse ano, fazendo combo com a entrada da quarentena. Esse tem sido, literalmente, o ano mais difícil da minha vida.
Eu que sempre aconselhei meus amigos sobre relacionamentos me vi inserida em um com grande potencial para ser descrito como abusivo. Ainda acho que nunca foi muito intencional, mas minha terapeuta, vulgo a melhor pessoa do mundo, notou características manipuladoras nessa minha ex namorada.
Nós namoramos por 8 meses, foi o relacionamento mais curto da minha vida, mas existiu o suficiente pra que eu me perdesse.
Situações onde ela me convidava pra passar a noite junto e, quando eu chegava, começa a me tratar super mal, terminava e, assim que eu chegava em casa, me ligava pedindo pra eu voltar. Debochava de quase tudo que eu gostava, das minhas roupas, cabelo e me acusava constantemente de vitimismo (eu detesto esse termo).
Ainda assim foi ela quem terminou comigo e eu fiquei completamente sem chão.
Desde Março ela me procurou várias vezes. No começo de Setembro passamos duas semanas juntas e acreditei que poderíamos voltar, ela parecia diferente e ciente de algumas atitudes tóxicas. Obviamente eu estava enganada e agora sigo na luta para tentar superar de (novo) vez todo esse ciclo doentio que permiti.
Nossa última conversa foi extremamente prejudicial. No final de Setembro resolvi me "declarar" e fui totalmente sincera sobre meus sentimentos que, apesar de tudo, ainda existiam. A resposta que tive foi algo parecido com "queria que tivéssemos dado certo, mas não deu. Desculpe, não posso ajudar".
Depois disso tentei me afastar e, mesmo assim, ela continuava me procurando. Fui a um bar com uma amiga para distrair e ela foi atrás. Eu confesso que fiquei feliz ao vê-la, afinal, ainda nutria sentimentos.
Para minha surpresa ela sentou com a gente e resolveu contar sobre como estava saindo com outras pessoas, sobre como meu "jeito de namorar" era "muito intenso", sobre como eu colocava cerveja de modo errado (!!) no copo, entre outros que me deixam triste só de lembrar.
Esse dia voltei chorando pra casa e prometi aquela seria a última vez.
Foi realmente a última vez, até que sou boa em cumprir promessas. O problema é que toda essa história me deixou diferente, como se alguma parte de mim tivesse ido embora e eu não sei como recuperar. Fazer terapia tem ajudado DEMAIS, mas ainda assim não tem sido o suficiente.
Me sinto refém dessa história, como se ela estivesse fadada a se repetir em minha vida. Não consigo me relacionar com mais ninguém, tenho crise de ansiedade sempre que alguém demonstra qualquer tipo de interesse e me sinto uma pessoa horrível na maior parte do tempo ):
Sei que isso vai passar, principalmente porque tenho ferramentas que me ajudam nisso. Mas esse processo tem sido extremamente doloroso.
Não tem um dia em que eu não acorde implorando pra que eu me sinta melhor. Estou me esforçando pra entender quais lições devo tirar disso. TÁ FODA!
submitted by gabstablook to desabafos [link] [comments]


2020.10.13 15:11 Puguinhaa809 Não sei o que fazer em relação a garota que eu gosto e a quarentena

Eae, tudo bem? Bom, eu sei que pode parecer meio estúpido e coisa de garoto mas eu creio que eu encontrei o amor da minha vida. Ainda sou novo, tenho 15 e conheci ela na escola. Somos amigos a alguns meses, a gente foi pra mesma sala no início desse ano. Foi amor à primeira vista kkkk, desde então a gente conversa todo dia, ela sempre encorajou temas envolvendo namoro, cantadas, alguns memes, etc, que tem ficado mais e mais explícitos. Já tá óbvio pra todo mundo que a gente se gosta, mas aí que vem o problema: quarentena. Sou de MG, as aulas ainda estão suspensas e a gente não consegue se ver pessoalmente, o que deixou meu plano de pedir ela em namoro esperando, eu não sei se deveria me declarar pra ela de uma vez, fazer as coisas mais oficiais sei lá. Prefiro dizer essas coisas pessoalmente, mas a situação não colabora. A gente nunca foi "namorador" sabe, também somos meio tímidos, então eu não queria levar as coisas rápido demais, mas agora eu estou com medo de estar demorando demais. Eu n sei mano, não é como qualquer namoradinha de escola, eu realmente gosto dela, aos meu olhos ela é a garota perfeita cara, não sei se deveria me abrir pra ela agora e pedir em namoro depois ou esperar a quarentena acabar pra fazer tudo de uma vez, de qualquer jeito, vlw pela atenção galera! Qualquer dúvida me perguntem
(Edit) em tão pouco tempo vocês me ajudaram tanto, muito obrigado a todo mundo, vocês são incríveis, Vou pensar um pouco e decidir o que fazer, mas sem vocês isso não seria possível, vlw mesmo
Update: conversei com minha melhor amiga que no caso também é a melhor amiga dela, ela ficou muito empolgada em ajudar e sugeriu que eu continue indo com calma, ela vai ajudar a gente a fazer mais calls e tal pra poder interagir cada vez mais e coisas do tipo, vlw glr
submitted by Puguinhaa809 to desabafos [link] [comments]


2020.10.12 04:53 Enscie Mãe de amigo, queria pegar!

Apesar de ter muitos problemas e estar triste ainda me resta uma coisa louca! Eu gosto de mulher mais velha pra coisas casuais, na verdade assumiria até um namoro... tenho 24 com aparecia mais nova.
Eu tenho um amigo que tem uma mãe super gata, deve ter uns 40-45 no máximo, ela é linda! Eu achei ela muito bonita sabe! Até ficaria com ela, mas acho desrespeito com meu brodi! E sei lá, talvez fosse algo casual, ela e solteira pelo que sei. É uma mulher inteligente sabe, gostei de papear com ela, mas não sei se ela já deu ou dá mole ou algo assim pra um amigo do filho. Não tenho coragem de chegar e jogar ideia se ela não jogar! Acho que é uma coisa proibida e só fica no mundo das ideias.
Enfim só queria falar isso e tal, e tenho medo de ficar muito na casa dele e olhar de mais pra ela ou beber muito e soltar sem querer! É isso!
Tenho EP, então já me torna um homem rebaixado também que decepção pra ela, né! E pra mim vergonha por não poder penetrar muito! Aff
Abraços!
submitted by Enscie to sexualidade [link] [comments]


2020.10.11 04:49 BUDABICHO Estou ficando obcecado pela solidão

Tenho 30 anos e há 4 anos estou sistematicamente cultivando uma vida mais solitária. Comecei me afastando dos meus amigos, depois troquei namoro por sexo casual e lentamente me afastei dos meus pais, irmãos e parentes. Me mudei para um bairro onde não conheço ninguém, e tudo isso me faz muito bem. Estou me preparando para me mudar para outro estado nos próximos meses (se o mundo não acabar) , e só pretendo levar grana, uma mochila e meu gato. Meu passado foi bem diferente, mas a essa altura da minha vida sinto uma necessidade constante de estar só, abandonado e longe de outras pessoas. Pretendo fazer terapia por mais 3 meses para me preparar para mudar de estado, e espero não acumular nada, não ter conforto, não ter uma linda casa, nem uma namorada, nem amigos. Vivo com esse pensamento "fique completamente sozinho" há 4 anos, mas a cada dia que passa me torno mais radical, nos últimos dias tive um rompimento com minha avó e minha mãe, e apesar de agora eu só ter 1 única pessoa que considero 'família', nunca me senti tão livre, e me sentir livre é melhor que me sentir amado.
Só tenho medo de ficar doido, pois sei que a falta de contato social cause sérios problemas na cabeça. Isolamento? Lockdown? Covid? Deus me perdoe, mas espero que durem pra sempre. Antes da pandemia eu estava perdido, desesperado e me sentindo um fracassado. Faz meses que estamos presos e fazia anos que não me sentia tão bem. Espero que em breve eu consiga ir para o meio do nada ficar sozinho, não quero nenhum ser humano em 50km de distância. Isso pode parecer absurdo, mas não consigo ver outro futuro para mim que não seja uma vida cada vez mais só. Às vezes eu acho que vou morrer, e alguns problemas muitos sérios seriam resolvidos se eu tivesse ao menos um conhecido por perto. Tenho problemas muito sérios na minha rotina que seriam resolvidos se eu tivesse ao menos um conhecido por perto. Meu gato já ficou com fome porque eu não tinha 3 reais para completar uma passagem para ir buscar um saco de ração, coisas como essa me deixam puto, mas o que a solidão me trás de positivo é incomparável. Sabe aquele sentimento de excitação que a gente tem quando está passeando sozinho por uma cidade desconhecida? Uma espécie de 'safadeza', de malandragem, um sentimento de 'agora eu posso ser a pessoa bacana que eu sempre quis ser"? Tenho esse sentimento todos os dias, e ele vem da total falta de expectativas sobre mim. Ninguém espera nada de mim e por isso não preciso repetir todos os dias a mesma postura. Esse sentimento de frescor dura 4 anos e espero que dure para sempre.
Espero que minha reclusão não me mate antes de arrumar uma namorada. Para matar a minha 'fome' geralmente recorro ao sexo casual(gay), homens gays são muito práticos. Mas tenho um desejo enorme de ter uma relação mais profunda com uma mulher, pois quando tive essa oportunidade eu joguei fora, e agora há pouca ou nenhuma possibilidade de me aproximar de uma mulher. Ainda não conheci esse sentimento gostoso de ter uma mulher do meu lado (homens já tive vários), e com 30 anos sou um homem inexperiente com mulheres. Já tive a chance de amar um homem, e sou grato por isso.
Sinto que em breve vou alcançar a paz que busco, ela parece estar bem ali, virando a esquina. Se algum dia você estiver de férias no meio do mato e aparecer um doidão faminto correndo pelado e falando sozinho, provavelmente serei eu. Sou bonzinho e não machuco ninguém, por favor me cumprimente. Não sofram por estarem sós, sofram por estarem rodeados de pessoas.
submitted by BUDABICHO to desabafos [link] [comments]


2020.10.10 10:04 biel2907 Muitos problemas mentais

Boa madrugada, ou nem tão boa assim... Pra você que vai ler o que vou dizer, entenda que sua mente tem que ser muito aberta, principalmente a perdão, e o que você vê como ser humano ou não...
Enfim, indo do passado ao presente, meus pais nunca tiveram um relacionamento muito bom, desde que eu me entendo por gente, e estou falando disso porque é o que eu penso que pode ter provocado algo em mim do que vai vir a seguir... desde que eu me entendo por gente eles sempre brigaram, meu pai é muito mulherengo e minha mãe era bem menos "fogosa" que ele, e o casamento não deu muito certo, nunca vi meu pai bater nela, mas a pior briga que eu já vi foi ele ameaçando bater nela, mas isso nunca aconteceu, e eu não queria que eles terminassem de jeito nenhum até os meus 14/15 anos mais ou menos, pra mim era como se fosse o fim do mundo, depois eu entrei em uma escola técnica/ensino médio e vivia lá porque era muito tempo estudando e em uma cidade vizinha, conheci uma garota 2 anos mais velha que eu, foi a primeira pessoa que fiquei e assim que ficamos a primeira vez ela me pediu em namoro eu aceitei, não sei bem porque, mas foi indo, meu pai foi pra são paulo trabalhar porque tinha mais oportunidade (sou do rio de janeiro com minha mãe) e vinha as vezes 1 ou 2x por mês só visitar a gente, então o casamento foi só piorando... mas meu pai já tinha traido minha mãe antes e ela "perdoou" uma vez. Agora entra outro problema, eu não sei o porque, mas eu comecei a exercer um relacionamento tóxico/abusivo com essa garota que eu namorava, ela fazia tudo por mim me amava de verdade, e eu não conseguia confiar de jeito nenhum! E eu fui doente demais, fiz ela passar por coisas horriveis, a mãe dela controlava ela também, e eu também, e acabei brigando com a mãe dela (só discussão), enfim, mas a minha namorada foi a que mais sofreu, sério, são coisas terriveis, durou 4 anos nosso namoro, mas eu só ia piorando nas humilhações a ela,principalmente quando terminei a escola e fui pra faculdade em outra cidade, já fiz ela passar papel higienico no rosto, etc, inclusive já cheguei a agredir ela fisicamente (especificamente dei um tapa no rosto, não foi forte pra deixar marca nem nada disso, mas mesmo assim é TOTALMENTE errado, e eu nunca mais quero repetir algo do tipo), durante esse tempo meu pai engravidou outra mulher em SP minha mãe descobriu e eles finalmente terminaram (e eu agradeci por isso, não aguentava mais o relacionamento deles), uns meses depois a minha ex namorada finalmente se ligou com a ajuda das amigas dela e etc, e eu acabei terminando com ela por uma besteira minha e ela não voltou mais, e cortamos o contato dali, a partir daquele momento eu fui instantaneamente pro psiquiatra/psicólogo e comecei a frequentar bastante, eu passava mal durante meu relacionamento também por ansiedade de vomitar, ter caimbra no corpo todo, entortar ir pro hospital etc, isso já aconteceu varias vezes, eu acordava assim, em viagem de onibus sozinho, e era duro pras pessoas perto de mim ver aquilo, mas meus pais não gostavam de médicos de saúde mental, e só depois de tudo isso que eles resolveram que eu "deixar" eu ir. Eu ia bem na faculdade, porém nunca tive um sonho do meu curso em especifico, mas meu sonho era ter uma familia e só, nunca fui muuuito social, mas tinha uns amigos, até hoje tenho, depois que terminamos, eu não via motivo pra continuar na faculdade que pra mim era só pra dar um futuro pra minha familia que eu construiria, uma vez que fiquei sozinho perdi totalmente a vontade, tranquei voltei pra casa pra ficar com minha mãe, e ela também trabalha em algo bem simples e nunca teve vontade de melhorar na vida em questão de estuadr etc, e acho que acabei pegando esse jeito dela, mas é mais problema meu, n posso culpr os outros, hoje com 21 anos em plena quarentena com muito tempo livre eu não tenho emprego, não consigo lidar com os estudos EAD da faculdade (que tentei voltar) não tenho vontade, mas também não tenho vontade de fazer nada, eu queria um sonho, um motivo, algo profissional pra eu tentar aprender e melhorar, mas eu não consigo ter vontade de nada disso, chorei uma ou 2x e liguei pra uns amigos pra desabafar, mas sinto que já não tenho mais amigos pra isso... e também não adianta muito, porque eu quero uma solução, e acho que só tem como vir de mim, eu dei uma parada nos médicos mas já marquei psiquiatra/psicólogo novamente, tenho uma relação horrivel com meu pai desde então também, ele ja ameaçou brigar comigo e eu ameacei matar ele (falei da boca pra fora, bem eu acho) e tenho sonhos em que ele volta de SP pro RJ e sou obrigado a conviver com ele e é pertub ador, porque ele sempre foi uma pessoa mt grossa, e eu não sei mas tenho uma raiva guardada dentro de mim dele e não consigo lidar com isso, eu só queria esquecer q ele existe, mas sei que ele vai voltar aqui uma vez ou outra pra querer me ver, ver minha mãe, os pais dele q são meus vizinhos, etc. Enfim, a ansiedade eu consegui melhorar bastante com os remédios, os problemas de ser abusivo e tóxico eu falei tudo isso em diversas terapias, e acho que lido bem melhor hoje (só pondo a prática, eu namorei uma menina depois dessa mas foi por menos de 1 mes, foi bom pra nós apesar de ser curto kkkkk porque eu passei um tempo em SP assim que eu terminei o primeiro namoro, mas só piorou as coisas com meu pai lá e eu voltei e acabei terminando com a menina, na verdade foi bem consensual, ela gostou de mim mas também nem tanto pra namorar kk n tinha a magia, mas de verdade fui uma pessoa bem boa pra ela no tempo curto que tivemos e foi legal pra mim tentar me provar que melhorei mesmo que um pouco. Enfim é isso, não sei se pode ser curiosidade de vocês, mas eu me desculpei com minha ex 1 mes depois q terminamos, e ela tava bem melhor, acredito que possa ter buscado ajuda profissional depois de ter passado tantos problemas comigo, mas a ultima vez que vi algo dela, inicio desse ano (terminamos ano retrasado), ela aparentava estar bem, não nos falamos, eu até hoje me sinto culpado pelas merdas, mas isso n apaga o passado... enfim, eu to tentando reconstruir tudo, inclusive quero tentar esquecer isso com meu pai, mas primeiro preciso achar um futuro pra mim profissionalmente, e isso tá foda, porque preciso não depender mas da minha mãe, mas ajudar ela em casa que não é nada fácil nos dias de hoje...
submitted by biel2907 to desabafos [link] [comments]


2020.10.10 07:03 marvinpls sentimentos pós término de namoro é um negócio complicado

todo mundo que sente que vai terminar um namoro já se declara solteiro antes mesmo de concretizar o término, e consequentemente fica ruminando pensamentos de "e agora? como vou me virar". por mais que sejam óbvias as respostas, elas ainda se repetem, afinal somos seres mais sentimentais que racionais.
pois bem... eu passo por isso.
me dei como solteiro namorando, terminei pensando nas piores coisas (eu sabia que ela iria estar com outro num futuro próximo, e que esse tipo de coisa era inimaginável pra mim), e por incrível que pareça, por tanto eu pensar e repensar nessas coisas, perdeu o sentido. eu já não ligava mais se ela ficasse com o outro, pois a parte importante do término foi o bem que aquilo me fez (eu fui muito prejudicado).
mas sempre entra aquela velha discussão do dever versus fazer...
estava eu e uns amigos conversando sobre término de namoro de um jeito descontraído, e eu acabei citando minha ex. um deles falou brincando sobre um stories que ela havia postado, e mesmo já prevendo tudo que poderia acontecer, das piores formas ("piores", hahaha), aquilo mexeu comigo de um jeito diferente de como imaginava antes na minha cabeça. O comentário sobre o stories nem foi algo maldoso, foi algo tipo "ah, eu realmente tenho visto ela saindo bastante com um pessoal aí no insta". só. poderiam ser amigos ou whatever, mas minha mente voou, mas incomodava de um jeito diferente do que quando estava pra terminar.
ps: desde que terminamos, eu removi literalmente tudo que tinha vestígio dela no meu alcance. não vejo status de lugar algum, e nem tem como ver pois ou mutei, ou dei unfollow, ou removi contato. não foi bloqueio nem nada.
enfim. é isso. ficou meio confuso, eu tô digitando enquanto sinto essas coisas, acho que isso me faz melhor. eu adoro essa comunidade.
submitted by marvinpls to desabafos [link] [comments]


2020.10.08 23:14 remin_mitsuketa Oie, eu sou uma filha da p**a?

Bem, eu namoro pela internet, bendito webnamoro.
E eu não quero machucar os sentimentos do meu namorado, e não quero perder a amizade com ele. Sei lá, eu ele conversamos mais por texto, e ai ele ficou bravo comigo, e saiu do chat em que conversávamos.
E me bloqueou por algum tempinho.
Eu me senti mal, mas não era o fim do mundo. Eu só ignorei a cutucada que isso me deu. E eu fico refletindo sobre isso, tudo aponta para o fim no namoro, mas eu não quero terminar, eu fico imaginando de tudo, mas não ao ponto de parar tudo só para isso.
Não é a primeira vez que ele sai do chat por isso, ou me bloqueia porque ele quer um pouco de atenção.
Eu só me sinto que estou sendo filha da puta com ele por não saber o que eu quero fazer, e deixar ele se sentir mal por isso...
submitted by remin_mitsuketa to desabafos [link] [comments]


2020.10.05 17:32 flakeeight Namorem, mas não morem junto

Há dois anos eu falaria totalmente o contrário. Isso aqui é a MINHA experiência, muita gente por aí ama ser casado(a), acaba fluindo bem, mas a questão não é essa, a questão é que as coisas mudam e você precisa saber se tá disposto ou disposta a passar por isso do lado de alguém.
Vamos lá, início de namoro é foda, melhor coisa que existe. Fui morar junto meses depois e foi sensacional, mas depois do primeiro ano, comecou a ficar chato, apenas...chato. Eu me vi na mesmice, tudo tem que avisar, tudo tem que chamar pra ir junto, as decisões da vida da pessoa passam a ser importantes pra vc e eu, particularmente, não queria isso nem fodendo. Você vê que sexo é um lance que vai se tornando cada vez menos presente, ninguém sente tesão 24/7, obviamente, mas os problemas aparecem e quando tu menos espera dá uma broxada só de olhar pra cara do indivíduo que vc escolheu morar junto.
Isso é normal, todo mundo vai falar isso, mas pensem BEM se é isso que vcs querem. Sair de um namoro quando vcs não moram junto é mais simples, passou a dividir conta e teto, o jogo muda.
submitted by flakeeight to desabafos [link] [comments]


2020.10.04 02:59 heartless2000 Eu deveria terminar meu namoro?

a historia é longa mas vou tentar resumir:
Estou em um relacionamento a tres anos onde sempre deu tudo certo. Em maio desse ano eu acabei entrando no facebook do meu namorado e baixei uma conversa que ele tinha com uma menina chamada "Mariana". Eles conversavam no facebook de 2011 ate 2015 e tiveram um relacionamento mais serio em 2015. Apesar de isso tudo ter ocorrido muito antes da gente se conhecer(nos conhecemos em 2017) eu fiquei com uma pulga atras da orelha por dois motivos: 1 - ela é muuuito bonita e 2 - ele sempre deixou claro pra mim que eu fui a primeira namorada dele. Na conversa do facebook ficava nítido o quanto ele gostava dela e como ele ficou triste quando ela n quis levar o relacionamento pra frente pelo motivo de "ainda sou muito nova e quero aproveitar mais". Pouco tempo depois disso ele até tentou se matar mas n sei se tem algo a ver com essa menina.
Até ai vc deve estar me achando maluca e possessiva ne? Afinal, tudo isso aconteceu antes de nos conhecermos e eu nem deveria mexer nas coisas dos passado. O ponto é que fiquei com aquilo na cabeca e fui perguntar a ele sobre ela. Perguntei se durante o nosso namoro ele havia tido algum contato com ela e ele negou. Perguntei mil vezes e ele negou.
A questão é que fiquei desconfiada e acabei fazendo algo que nao me orgulho: peguei o celular dele enquanto ele dormia e fui atras de mensagens com ela no whatsapp. O fato é que ele havia mentido pra mim: eles conversavam sim durante nosso namoro e isso me deixou muito mal. Exportei toda a conversa(QUE ESTA ALI NO FINAL, SE VC QUISER LER) e no outro dia perguntei pra ele novamente se ele falava com ela. Implorei na verdade e ele continuava mentindo, dizendo que eu deveria acreditar nele. Ele so admitiu quando eu falei que havia acessado o celular dele.
Depois disso demos um tempo de 1 mes mas ele sempre insistiu pra continuarmos. Falava que aquelas conversas nao significavam nada e que ele somente respondia quando ela chamava ele. disse que gostava de ver ela sofrendo porque ela havia feito ele sofrer no passado.
Enfim, se vc leu ate aqui agradeço muito. Eu realmente n sei se devo continuar ou nao pois ele mentiu muito pra mim.

Por favor, me de a sua opinião.

Vcs confiariam novamente se estivessem no meu lugar?
Voce conversa com sua/seu ex? Se sim, por quê? é realmente sem sentimento nenhum?

---------------------------------CONVERSA QUE ELES TIVERAM NO WHATSAPP-------------------------
11/05/2020 13:22 - As mensagens e chamadas desta conversa estão protegidas com a criptografia de ponta a ponta. Toque para mais informações.
11/05/2020 13:22 - Mariana: E aí
11/05/2020 13:22 - Mariana: Como é que cê tá?
11/05/2020 13:37 - Joao: Heey, to bem você?
11/05/2020 13:38 - Mariana: Também
11/05/2020 13:38 - Mariana: Não estou bebada e tbm não acabei de levar um chifre
11/05/2020 13:38 - Mariana: hahahaha
11/05/2020 13:38 - Joao: Olha, isso é novidade hahah
11/05/2020 13:38 - Joao: Estranhei pelo horário, estar bebada agora seria meio estranho
11/05/2020 13:39 - Mariana: hahahahah
11/05/2020 13:39 - Mariana: To trabalhando
11/05/2020 13:39 - Mariana: e ontem lembrei de você
11/05/2020 13:39 - Mariana: e aí vim especular sua vida
11/05/2020 13:39 - Mariana: Na realidade, eu queria te perguntar uma coisa
11/05/2020 13:39 - Mariana: É pessoal, mas acho ok
11/05/2020 13:40 - Joao: Certo, o que é?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Naquela época que tínhamos uma relação, você havia comentado que sofria de um transtorno de agressividade
11/05/2020 13:44 - Mariana: Lembra?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Inclusive, pouco tempo depois tu ficou internado
11/05/2020 13:45 - Joao: Não, não era transtorno de agressividade, era boderline
11/05/2020 13:45 - Joao: Pq?
11/05/2020 13:47 - Mariana: O que é isso?
11/05/2020 13:47 - Mariana: Cara, pq eu precisava de certos acompanhamentos
11/05/2020 13:48 - Mariana: Eu sei que sou uma pessoa extremamente ansiosa, mas em alguns momentos de irritação - ainda que por motivos bem pequenos - eu tenho uma reação desproporcional
11/05/2020 13:48 - Mariana: E me sinto muito violenta
11/05/2020 13:48 - Mariana: Claro, não chego a fazer nada
11/05/2020 13:48 - Mariana: Mas a vontade é imensaa
11/05/2020 13:49 - Joao: Então, Boderline é um transtorno de personalidade, é um agregado de coisas
11/05/2020 13:50 - Joao: Para o diagnóstico do transtorno de personalidade limítrofe, os pacientes devem ter

Instabilidade persistente nos relacionamentos, na autoimagem e nas emoções (desequilíbrio emocional), bem como acentuada impulsividade.
Esse padrão é caracterizado por ≥ 5 dos seguintes:

Esforços desesperados para evitar o abandono (real ou imaginado)
Relacionamentos intensos e instáveis que se alternam entre idealização e desvalorização da outra pessoa
Autoimagem ou senso do eu instável
Impulsividade em ≥ 2 áreas que pode prejudicá-los (p. ex., sexo inseguro, compulsão alimentar, dirigir de forma imprudente)
Comportamentos, gestos ou ameaças repetidos de suicídio ou automutilação
Mudanças rápidas no humor, normalmente durando apenas algumas horas e raramente mais do que alguns dias
Sentimentos persistentes de vazio
Raiva inadequadamente intensa ou problemas para controlar a raiva
Pensamentos paranoicos temporários ou sintomas dissociativos graves desencadeados por estresse
11/05/2020 13:55 - Mariana: Hmm
11/05/2020 13:55 - Mariana: Poxa, isso tem martelado na minha cabeça
11/05/2020 13:56 - Mariana: Eu preciso ter mais calma, ou uma hora vou fazer algo que eu possa me arrepender
11/05/2020 13:56 - Joao: Mas tipo, isso é uma coisa, o certo é procurar acompanhamento para te diagnosticarem do jeito certo
11/05/2020 13:56 - Mariana: Não sei explicar, só sei que é algo muito forte e que vem de dentro!
11/05/2020 13:56 - Mariana: Aquele raiva!
11/05/2020 13:56 - Mariana: E depois eu penso, e vejo que é desproporcional sabe
11/05/2020 13:57 - Mariana: É, eu tenho que voltar a fazer acompanhamento
11/05/2020 13:57 - Mariana: Eu tinha achado umaclinica pelo meu plano
11/05/2020 13:57 - Mariana: Só que aí começou a Pandemia, e eu deixei de lado
11/05/2020 13:58 - Mariana: E como até hoje tive apenas 03 crises bem fortes
11/05/2020 13:58 - Mariana: Essas de ansiedade ou pânico, eu acabo deixando sabe
11/05/2020 14:00 - Joao: Entendo, as vezes eu tenho certas crises também, eu voltei pra tratamento agora depois de um bom tempo tentando marcar horário
11/05/2020 14:00 - Joao: Mas não estou mais tomando nada
11/05/2020 14:00 - Joao: Talvez tenha que voltar
11/05/2020 14:01 - Mariana: Que ótimo!
11/05/2020 14:01 - Mariana: Tomara que não precise voltar para o tratamento medicamentoso, mas se precisar, também não é o fim do mundo né
11/05/2020 14:02 - Mariana: Infelizmente esses problemas psicológicos tem se tornado cada vez mais comum
11/05/2020 14:15 - Joao: Pois é, também espero que não, sempre me senti estranho tomando. Não parecia ser eu, além disso tinham efeitos colaterais bem chatos
11/05/2020 14:17 - Mariana: Faz parte...
11/05/2020 14:17 - Mariana: Na minha volta bastante gente precisa se submeter e tais tratamentos
11/05/2020 14:18 - Mariana: Mas enfim! Como está a vida? Está aqui em SJP? Aulas suspensas?
11/05/2020 14:23 - Joao: Restrita, apesar de eu não ter parado de trabalhar
11/05/2020 14:24 - Joao: Estavamos imprimindo máscaras para o pessoal da saúde de Joinville e Curitiba
11/05/2020 14:24 - Joao: Mas as aulas pararam, só estou tendo EAD por enquanto, e por ai?
11/05/2020 14:27 - Mariana: EAD também!
11/05/2020 14:27 - Mariana: Escritório voltou semana passada
11/05/2020 14:27 - Mariana: Mas antes disso estávamos trabalhando em casa
11/05/2020 14:29 - Joao: Foda, aqui não tem previsão das aulas voltarem
11/05/2020 14:31 - Mariana: É, aqui disseram que retornaria em agosto
11/05/2020 14:31 - Mariana: Mas não sei em...
11/05/2020 14:31 - Mariana: Que situação, né?
11/05/2020 14:32 - Joao: Pois é, era pra estar mais controlado, mas o presidente não ajuda muito kk
11/05/2020 14:33 - Mariana: Não ajuda em nada! Estou preocupada com o que pode acontecer ainda
11/05/2020 14:34 - Mariana: Se passarmos por mais um impeachment é de se discutir a própria democracia né
11/05/2020 14:34 - Mariana: Pois ao que parece não está funcionando para eleger representantes
11/05/2020 14:34 - Joao: Sim, essa instabilidade total piora situações como ansiedade
11/05/2020 14:35 - Joao: Se passarmos por mais um nossa economia vai demorar mais de uma década pra ser recuperar, ninguém investe em um país que troca de presidente como troca de camiseta
11/05/2020 14:36 - Mariana: Com certeza...
11/05/2020 14:37 - Mariana: Poisé, mas tudo caminha para isso né
11/05/2020 14:38 - Mariana: Até pq inquerito já foi instaurado
11/05/2020 14:38 - Mariana: O cara também é bem burro né, não dá uma dentro!
11/05/2020 14:39 - Mariana: As vezes me arrependo de ter feito direito, sabia?
11/05/2020 14:39 - Mariana: Com outra profissão eu teria chance de tentar a vida em outro país
11/05/2020 14:40 - Joao: Eu to pensando, quando me formar acho que vou pro Canadá
11/05/2020 14:40 - Joao: Sim, todo dia uma atrás da outra
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu iria
11/05/2020 14:41 - Joao: Uma amiga conseguiu validar o diploma dela de engenharia quimica
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu não gosto que falem mal do país, sei que em todos os lugares existem problemas - culturais, políticos..
11/05/2020 14:41 - Joao: Creio que engenharia mecanica de boa também
11/05/2020 14:41 - Mariana: Mas porra, virou bagunça!
11/05/2020 14:41 - Mariana: Virou putaria bater panela
11/05/2020 14:42 - Mariana: Ué? não era de avião?
11/05/2020 14:42 - Joao: Então hahaha
11/05/2020 14:42 - Mariana: kkkkkkkkk
11/05/2020 14:42 - Mariana: Indeciso em!!???
11/05/2020 14:42 - Joao: Mudei da UFSC pro IFSC, pra conseguir trabalhar de dia
11/05/2020 14:42 - Joao: Na UFSC não tinha como trabalhar e estudar
11/05/2020 14:43 - Joao: Ai mudei pra engenharia mecânica no IFSC a noite, aqui em Joinville também
11/05/2020 14:43 - Joao: Mas não perdi quase nada, matei várias matérias
11/05/2020 14:43 - Mariana: Já pensou as suas entrevistas de emprego?
11/05/2020 14:43 - Mariana: Hahahahah
11/05/2020 14:43 - Mariana: Ah, comecei com o curso x, depois migrei para y, depois z, depois x novamente
11/05/2020 14:44 - Joao: A eu nem falo nada hahaha
11/05/2020 14:44 - Mariana: Hahahahahha
11/05/2020 14:44 - Mariana: E tu se forma quando?
11/05/2020 14:44 - Joao: Antes do COVID era pra ser uns 2 anos haha
11/05/2020 14:44 - Joao: agora já não sei mais
11/05/2020 14:44 - Joao: e vc?
11/05/2020 14:44 - Mariana: Último ano
11/05/2020 14:45 - Mariana: Ano que vem já sou bacharel ahahha
11/05/2020 14:45 - Mariana: Bacherel é quando se forma, né?
11/05/2020 14:45 - Mariana: E sou 1/2 advogada
11/05/2020 14:45 - Mariana: Falta a segunda fase, sabe lá Deus quando será!
11/05/2020 14:46 - Joao: Da OAB?
11/05/2020 14:46 - Mariana: Eu sou indecisa para a vida, relacionamentos e compras
11/05/2020 14:46 - Mariana: Para o curso tem se mantido ahahha
11/05/2020 14:46 - Mariana: Uhum
11/05/2020 14:47 - Joao: Então, na real eu ia manter, mas com a situação financeiro dos meus pais complicou eu resolvi tomar as rédias. Meus pais já estão cansados, não quero que fiquem me bancando kk
11/05/2020 14:48 - Joao: Que massa!
11/05/2020 14:48 - Mariana: É, eu imagino! É bom você trabalhar, já vai entrando no meio né.
11/05/2020 14:48 - Joao: Parabéns, a segunda fase tu vai tirar de letra tbm
11/05/2020 14:48 - Mariana: Cara, eu tinha tantas expectativas para esse ano, mas o COVID atrapalhou muito
11/05/2020 14:48 - Mariana: Por isso ando desanimada, sabe?
11/05/2020 14:48 - Joao: Nem me fale... kkk
11/05/2020 14:48 - Mariana: Deus lhe ouça
11/05/2020 14:49 - Mariana: Eu consegui monitoria com a professora que eu mais admiro
11/05/2020 14:49 - Mariana: E ela desenvolve várias pesquisas, já conhece professores de federal e tal
11/05/2020 14:49 - Mariana: Esta fazendo doutorado
11/05/2020 14:49 - Mariana: E eu quero muito fazer mestrado
11/05/2020 14:49 - Mariana: Mas uma pós na federal já vale
11/05/2020 14:49 - Mariana: Então, queria ficar ali no meio né
11/05/2020 14:50 - Mariana: Até uma aula eu dei, sabia? ahhaha
11/05/2020 14:50 - Mariana: SOZINHA
11/05/2020 14:50 - Mariana: Tinha tudo para ser um bom semestre, nesse sentido
11/05/2020 14:50 - Mariana: Mas.....
11/05/2020 15:25 - Joao: Que isso, ai sim em!
11/05/2020 15:25 - Joao: Ta mandando muito
11/05/2020 15:26 - Joao: Também penso em fazer mestrado, mas as vezes desanimo kk
11/05/2020 15:29 - Mariana: Pq desanimo?
11/05/2020 15:29 - Mariana: Eu preciso aprender uma outra língua
11/05/2020 15:30 - Mariana: Só sei português e merda
11/05/2020 15:30 - Mariana: hahahah
11/05/2020 15:33 - Mariana: Eu gostaria de lecionar, acho muito legal!
11/05/2020 15:33 - Mariana: E na advocacia passa mais credibilidade
11/05/2020 15:33 - Mariana: Só que meu sonho não é advogar
11/05/2020 15:35 - Joao: Ah sei lá, as vezes cansa essa rotina só de estudos
11/05/2020 15:36 - Joao: Eu manjava um pouco de inglês mas tive que aprender mais ainda na marra
11/05/2020 15:36 - Joao: As materias especificas o conteudo que presta é praticamente em inglês kk
11/05/2020 15:36 - Joao: Quer ir pra concurso?
11/05/2020 15:44 - Mariana: É, cansa! Eu imagino...
11/05/2020 15:44 - Mariana: Yes! Queria magistratura e atuar em vara cível
11/05/2020 15:44 - Mariana: Queria não, eu quero
11/05/2020 15:44 - Mariana: Mas não sei se tenho perfil de concurseira
11/05/2020 15:45 - Joao: Ninguém tem até tentar 🙃
11/05/2020 15:46 - Joao: Se tu tirando a OAB de letra tem que tentar sim
11/05/2020 15:46 - Mariana: Ah, vou tentar até meus 35 anos
11/05/2020 15:46 - Mariana: Aí prorrogo até 40
11/05/2020 15:46 - Mariana: Vai que
11/05/2020 15:46 - Mariana: hahaha
11/05/2020 15:47 - Mariana: Demora para sair, ainda mais eu que só vou tentar no sul
11/05/2020 15:53 - Joao: Vai dar boa, tu tem que advogar 3 anos pra poder concursar né?
11/05/2020 15:53 - Joao: Na magistratura
11/05/2020 15:53 - Mariana: Isso! Nesse período eu tento pós e mestrado
11/05/2020 15:54 - Mariana: Até pq conta como título
11/05/2020 15:54 - Mariana: Então, nada é perdido
11/05/2020 15:59 - Joao: Verdade, não tem nada a perder, só a ganhar tentando
11/05/2020 16:00 - Mariana: Uhum
11/05/2020 16:00 - Mariana: E o relacionamento?
11/05/2020 16:00 - Mariana: Firme e forte?
11/05/2020 16:00 - Joao: Então, ela ta aqui em Joinville comigo, ta sem aulas e o Banco afastou os estagiarios
11/05/2020 16:01 - Joao: Ai ela ta "morando" comigo faz uns dois meses
11/05/2020 16:01 - Joao: Amanhã a gente faz 3 anos
11/05/2020 16:01 - Joao: E o seu?
11/05/2020 16:02 - Mariana: Caralho, o tempo voa em
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ah, o meu as vezes anda e as vezes desanda
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ora quero casar e ter filhos, ora quero chutar o balde e ser solteira o resto da vida
11/05/2020 16:03 - Mariana: hahahahaha jeito Mariana de ser
11/05/2020 16:03 - Mariana: Bem decidida, sabe?
11/05/2020 16:03 - Joao: Sei bem haha
11/05/2020 16:03 - Joao: Filhos é uma parada que nem cogitamos haha
11/05/2020 16:04 - Mariana: É que eu quase tive né
11/05/2020 16:04 - Mariana: Dai as vezes da vontade hahaha
11/05/2020 16:04 - Mariana: Mas passa bem rapidamente
11/05/2020 16:04 - Mariana: Qd eu vejo que n
11/05/2020 16:04 - Mariana: não tenho paciência nem com a minha cachorra
11/05/2020 16:05 - Joao: kkkkkkkkkkkk
11/05/2020 16:06 - Joao: É, complicado haha
11/05/2020 16:06 - Joao: Como vão seus pais?
11/05/2020 16:06 - Mariana: A mãe esta em casa
11/05/2020 16:06 - Mariana: Foi suspendido o contrato
11/05/2020 16:06 - Mariana: O pai começou as férias hoje
11/05/2020 16:06 - Mariana: Por enquanto esta ok
11/05/2020 16:06 - Mariana: Ninguem demitido
11/05/2020 16:06 - Mariana: E os seus?
11/05/2020 16:07 - Joao: Suspenderam a licitação da obra que meu pai estava indo em Maceio
11/05/2020 16:07 - Joao: E agora os dois estão em casa kk
11/05/2020 16:09 - Mariana: Af, é foda para eles né
11/05/2020 16:09 - Mariana: Sua mãe chegou a inciar o restaurante no caminho do vinho?
11/05/2020 16:09 - Joao: Não, deu uma parada, ela andava meio mal
11/05/2020 16:09 - Joao: Agora segurou por conta do covid
11/05/2020 16:09 - Mariana: Depressão?
11/05/2020 16:10 - Joao: Uhum
11/05/2020 16:12 - Mariana: Eita, e ficar parado em casa só piora, né?
11/05/2020 16:15 - Joao: Uhum, ela ta tentando estudar outras coisas devagarzinho
11/05/2020 16:18 - Mariana: A mãe eu plantei ideia de fazer empedão para vender
11/05/2020 16:18 - Mariana: Pelo menos ela ocupa a cabeça
11/05/2020 16:18 - Mariana: E ainda lucra um pouco
11/05/2020 16:18 - Mariana: E eu ainda como toda semana hahahaha
11/05/2020 16:19 - Joao: hahahah
11/05/2020 16:19 - Joao: stonks
11/05/2020 16:19 - Mariana: o que é isso?
11/05/2020 16:28 - Joao: É um meme haha
11/05/2020 16:30 - Joao: É tipo quando você mostra solução pra algo de uma maneira diferente inédita
11/05/2020 16:30 - Joao: Meio difícil de explicar hahaha
11/05/2020 16:32 - Mariana: Hmmm
11/05/2020 16:32 - Mariana: Entendi 🤔
11/05/2020 16:41 - Joao: E suas irmãs, como estão?
11/05/2020 16:44 - Mariana: Ah nega continua na loja
11/05/2020 16:44 - Mariana: a*
11/05/2020 16:44 - Mariana: Passou na primeira fase junto comigo
11/05/2020 16:44 - Mariana: Diz que vai tirar a OAB
11/05/2020 16:46 - Joao: Mas ela ja se formou né?
11/05/2020 16:47 - Mariana: Aham, ano passado
11/05/2020 16:47 - Mariana: Não sei o que ela vai fazer da vida
11/05/2020 16:48 - Mariana: Diz que quer ser delegada
11/05/2020 16:48 - Mariana: Mas não estuda
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Daiana ainda mora em SP e esta casada, a um tempinho já
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Luana continua bem e está no segundo ano de BJ (mesmo ano em que a gente ficava)
11/05/2020 16:48 - Mariana: O tempo voa, né?
11/05/2020 17:15 - Joao: Nossa, já??
11/05/2020 17:15 - Joao: Sim, muito haha
11/05/2020 17:15 - Mariana: Poisé
11/05/2020 17:15 - Mariana: Eu ainda não me toquei ahahaha
submitted by heartless2000 to desabafos [link] [comments]


2020.10.02 19:22 Meninoeuforico Como lidar com conhecidos dando emcima da minha namorada?

Eu trabalho com eventos, sou artista/musico e minha namorada trabalha junto comigo, ela é minha fotografa e me acompanha em todos eventos q eu vou. Eu namoro a quase 6 anos e minha namorada é muito gata, corpo escultural, muito gostosa e acima de tudo muito simpatica com todo mundo. O lado ruim disso é que sempre tem uns urubus na volta dela com segunda intenções e alguns desses "urubus" são meus conhecidos e tambem trabalham nesse mundo de eventos, então eu nao posso comprar brigas com eles porque isso pode prejudicar meu trabalho. A gente conversa muito, e sempre que aparece um cara que da emcima dela na cara de pau, ela corta o cara e bloqueia. Mas o problema é que alguns vem em forma de "amigos", tentam se aproximar dela na amizade, mas a gente que é homem sabe quem realmente quer ser amigo e quem tem segundas intenções. Eu nao quero parecer um psicopata ciumento e ficar pedindo pra ela se afastar dos "amigos" dela, até porque sou bastante seguro e eu confio muito nela e sei que jamais ela me trairia, mas esse fato de ter conhecidos que tem segunda intenções com minha namorada me irrita bastante. Recentemente ela postou uma foto no facebook e varios conhecidos comentaram coisas como "maravilhosa, linda, etc..." como eu devo reagir esses comentários? Devo fingir que nao vejo? Continuar confiando nela? E se esse fato acontecer pessoalmente em um evento? Tipo, eu ver um cara dando emcima dela, como eu deveria agir de uma forma que nao começasse uma briga?
submitted by Meninoeuforico to desabafos [link] [comments]


2020.10.02 05:45 Marcinhow Reflexões do fundo do poço

Me encontro aqui desesperançoso, depressivo, fracassado e sem amor por nada. Cansado de relações casuais e que não acrescentam em nada, e fugindo da corrida dos ratos materialista. Enfim, a pouco menos de 3 meses completados 19 anos e não vejo sentido em nada, e o que já vi me traumatizou tão profundamente que crie uma certa barreira.
Sou o resultado de um casamento de duas pessoas muito mal estruturadas, minha mãe que vem de uma família até que com um sucesso profissional legal concurso, ensino superior, empresa de sucesso (que a todo tempo me olha de cabeça aos pés, me chamando de coitadinho e colocando para baixo). E a do meu pai, estilo a grande família, um povão unido e que no final todo mundo fala mal de todo mundo. Muito provável fruto de uma gravidez não planejada/desejada.
Toda a minha vida tentei ao máximo ser um cara honesto, deixei pisarem na minha cabeça, para não ter que pisar nos outros. Isso foi refletido tanto em amizades, namoro e até desconhecidos. Por ser assim, sempre procurei a solidão, apesar dela ser terrível e torturante. Mas mesmo sendo tão sozinho sempre me doei ao máximo às pessoas que nutri afeto, como disse anteriormente só levando facada nas costas de amigos e principalmente namoradas, que apesar do meu jeito bruto nunca deixei faltar amor.
Venho montando um negócio online, que vem até dando certo (graças a pessoas maravilhosas que me trombei nesse caminho, mesmo que nunca tenha visto eles pessoalmente, amo pra caralho), mas todo dia pensando que vou acordar e irá dar tudo errado, e irei voltar a meu estado de miséria que sempre fui, não tendo condições de comer um podrão de 10 reais ou tomar uma lata de cerveja.
Cansado dessa mesquinharia, promiscuidade, relações razas e vaidade. Olho o tempo todo o mundo com um teor de nojo, no qual pessoas tentam a todo momento te afetarem ou não te olharem se vc não tiver algo a oferecer (não como centro das atenções, até pq nunca gostei disso, mas sim no sentido de te enxergarem como pessoa). Ansiedade vem me corroendo, a ponto de nem conseguir estudar e o desânimo em seguida, vem sendo pior ainda.
Minha vida vinha sendo completamente uma merda, até que parece que forcei um namoro com uma menina que não gostava de mim e que gostava para caraléo dela, pareceu tudo ficar menos merda até chegar o término e como ele aconteceu... Ai vcs já sabem, ladeira a baixo. Dinheiro e nem bens materiais me atraem ou traz felicidade, tô no estopim a ponto de não aguentar mais um trauma, que caso venha, (perder minha mãe, avó ou cachorra) partirei dessa para uma melhor. O podcast do Petry me ajudou muito a entender isso e conseguir ficar um período a mais vivo, mas eu penso que poderia resolver tudo isso facilmente...
Não venho aqui acreditando receber tanta ajuda, nem acredito que os coping's que dirão irá ajudar em algo, venho mais como um desabafo e que vi que usavam essa forma de se expressar para aliviar a dor.
O TEXTO DEVE TER FICADO UMA MERDA, CHEIO DE ERROS GRAMATICAIS E CONFUSO. ENFIM, É SÓ UM POUCO DA MINHA CABEÇA QUE NÃO PARA SEQUER NA HORA DE DORMIR.
submitted by Marcinhow to desabafos [link] [comments]


2020.09.30 13:42 DarkDollynho Finalmente Criei coragem de postar... Senta que lá vem história.

Eu tenho acompanhado a comunidade faz algum tempo, e antes de escrever o que preciso quero agradecer por vcs existirem e estarem dispostos a compartilhar e receber historias de todos os tipos e cantos.
Vamos lá!
Sou o clássico guri dos anos 90 que vibrou com o penta, jogou super Nintendo e agora ta beirando os 30 anos.
Sofro com depressão e ansiedade desde que me entendo por gente, sinceramente não sei se vem da situação familiar ou se é algo crônico.
A real é que meus pais (como boa parte das famílias dos anos 70,80 e 90) não se amam e nunca se amaram (muita gente se juntava por necessidade mesmo) e acho que isso pode ter influenciado um pouco na forma como vejo o mundo.
Meu pai tinha um casamento, do qual ficou viúvo e desse casamento 4 filhos (3 usam drogas e 1 desapareceu).
Ele então se casou com minha mãe e eu nasci (em seguida outros 2 irmãos), convivi com 1 dos meus irmãos por parte de pai que sempre deu problemas, desde uso de drogas, porte de arma, roubos, etc.
Bom exemplo foi algo complicado durante a infância, pois minha mãe vivia tretando com meu pai por conta desse meu irmão, que não é filho dela, até entendo.
Meu pai sempre desconfiou que minha mãe havia/estava traindo ele, e desde os meus 8 anos meu pai me usava como psicólogo dele, desabafando e jogando todo tipo de pensamento na minha cabeça.
Eu era bem religioso (não sei se era uma fuga) e cresci com isso, entre caraminholas da cabeça do meu pai e tentar ser uma criança.
Eu tbm fui abusado por um cara conhecido da família. Não quero entrar nesse mérito.
Sempre apanhei muito pra aprender matemática (nunca aprendi de fato) enquanto convivia com meus irmãos e tal.
Quando cheguei nos 16 anos mais ou menos a aposentadoria do meu pai foi cortada, ele já com idade avançada e minha mãe tbm, meti a cara trabalhar.
Pagava meus próprios cursos e comia 1 pacote batata palha no almoço pra economizar dinheiro.
Passei por empregos porcarias, que nem vou adicionar a historia, mas que tenha certeza que contribuíram negativamente na minha vida.
Conheci minha ex namorada na igreja, ficamos juntos por muito tempo.
Eu sempre quis ser o namorado perfeito, daquele que dizia: "se minha namorada não pode ir comigo, aquele lugar não eh pra mim." (talvez um erro sobre individualidade)
Foram 8 anos bacanas, entre altos e baixos na minha família sempre coloquei minha ex em primeiro lugar.
Trabalhava pra ela poder estudar e fazer faculdade(eu tbm estudava), levava ela pra todo canto quando precisava, ajudava com trabalhos, treinava ela pra entrevistas, pagava cursos...
Até que conseguimos entrar na empresa dos sonhos (ela primeiro, eu dps) de qualquer pessoa da área de TI (ambos na msm empresa)... Volto nesse ponto dps, muito importante.
Nesse meio tempo uma das minhas irmãs drogadas por parte de pai apareceu, com 1 filha recém nascida... Ela estava presa e perdeu a guarda da criança.
Então lá vai eu ajudar meu pai a conseguir a guarda, entre visitas a outro estado pra ver a neta e dinheiro para advogado. (o advogado morreu durante o processo mano)
Conseguimos a guarda, minha irmã saiu da cadeia e fez da nossa vida um inferno (ainda faz, ainda estamos criando uma criança que não tem pai e tem uma mãe drogada).
O relacionamento dos meus pais que já era ruim, piorou, eu no meio dessa merda toda já tinha tentado o suicídio 2x...
Nessa época comecei a perceber que minha ex não se preocupava comigo como eu me preocupava com ela, ela não se importava com minha saúde mental, não se importava com a minha pessoa, a sensação era que ela tinha se acostumado seja com a boa vida, seja com a constância que a vida tinha tomado.
Eu tinha juntado dinheiro para irmos pra outro país fazer intercambio, pensava em pedir ela em casamento la, 9 anos de namoro já era bastante... Ela não se empenhou em absolutamente nada, parou no tempo. quando ela não conseguiu o visto simplesmente não se importou.
Ela tinha arrumado um amigo na empresa, e foi aqui que a merda bateu de vez no ventilador.
Ideias de balada gay entre ela e o amigo apenas (ele assumidamente gay), viagens entre apenas os dois. Eu concordava, mesmo me remoendo de ciúmes por dentro. Sempre prezei pelo "Eu confio, eu a conheço". (meus amigos diziam que eu era otário por tratar ela tão bem, fazer de tudo)
Nesse tempo eu já fazia acompanhamento psicológico e psiquiátrico (minha psiquiatra era mais amor que minha psicóloga).
aguentei quase 1 ano disso, desistimos da viagem, comprei 1 casa ao invés de viajar (ela nunca quis sequer visitar o imóvel), após uma transa ela simplesmente começou a chorar e disse: Quero terminar.
Foi bizarro. Absurdamente bizarro.
Eu estava no extremo na minha vida pessoal com minha família, e meu porto seguro era o relacionamento (não dos melhores, mas estava ali há bastante tempo), neguei propostas de emprego fabulosas pra ficar com ela e isso agora?
Decidi seguir em frente, tendo crises de pânico e ansiedades como nunca antes, com a família SEMPRE dizendo, isso é falta de Deus, isso é frescura, esses remédios estão te matando, isso é falta de vergonha na cara, conheço pessoas que se mataram e quem se mata não avisa....
Nesse meio tempo minha psiquiatra (que era melhor que minha psicóloga) morre em um acidente de carro, ainda não superei.
3 semanas depois minha ex assume o namoro com o "amigo", moramos a 1km do outro, trabalhamos em uma empresa em outra cidade e temos que pegar ônibus juntos e trabalhamos no mesmo prédio com diferença de 1 corredor.... Se ela me traiu ou não tem a ver com a índole dela e não com a minha. Eu segui em frente, não sinto nada por ela, mas a depressão e a tristeza parecem não ter fim. Já era grande durante o relacionamento. Sozinho, sem ter com quem contar (é difícil conversar sobre isso com as pessoas) tem piorado muito.
hoje me encontro aqui, sem forças pra conhecer pessoas novas, sem forças pra por fim ao meu sofrimento, sem forças pra acreditar no setembro amarelo de pessoas falsas, sem forças pra ser eu.
Desculpem o texto grande, muita coisa ficou de fora pois acho que o texto já está cansativo, mas o problema é que eu estou cansado tbm. De remédio, de lagrimas, de tristeza...
E me sinto pior por ter superado o mundo, alcançado o sonho de muita gente com emprego bom, falar outra língua, ter casa própria, moto...
Me sinto mesquinho por não dar valor a nada disso depois de tudo que passei...
submitted by DarkDollynho to desabafos [link] [comments]


2020.09.29 03:57 Rafael8353 Ela me daria o mundo e eu joguei fora

Terminei com a minha ex por alguns motivos, dela ter sido tóxica (eu também acabei sendo), e por motivos religiosos dela ser evangélica e eu não, apesar de eu ter tentado me converter por ela. Hoje ela me disse que ia me dar um presente no dia que eu terminei com ela e como terminei ela acabou não dando. Ela comprou o mesmo livro que comprei pra ela no dia que pedi em namoro (eu pedi ela em namoro escrevendo um poema em um livro e entreguei para ela). Ela iria fazer a mesma coisa para comemorar nossos 6 meses de namoro. Hoje ela me mandou mensagem mostrando os presentes, as coisas que ela escreveu, ia dar o livro, um colar com pingente e uma barra de chocolate, tudo bem romântico. E agora eu tô me sentindo mal por ter terminado com ela, pelo todo esforço que ela teve pra conseguir comprar essas coisas para me fazer feliz. O livro que ela comprou para mim que era o igual que eu dei pra ela, ela comprou uma versão dele maior que a que eu dei pra ela, pra simbolizar nossa altura que eu era mais alto que ela e etc. Ela pensou em tudo. Eu sinto que se eu pedisse ela me daria o mundo... Mas eu joguei fora...
submitted by Rafael8353 to desabafos [link] [comments]


DIFERENÇA ENTRE NAMORO CRISTÃO E MUNDANO - YouTube O ALUNO POBRE REVELOU O NAMORO PRA TODO MUNDO ( Nathanflix ... melhor pedido de namoro do mundo - YouTube O MELHOR PEDIDO DE NAMORO DO MUNDO NAMORO DE VAMPIROS - YouTube NAMORO CRISTÃO: 04 CARACTERÍSTICAS PEDI TODO MUNDO em NAMORO no SERVIDOR da BREAKMEN (TAVA SÓ ... PEDIDO DE NAMORO MAIS LINDO DO MUNDO! Bruno e Rita

Sites de namoro mais populares no Japão

  1. DIFERENÇA ENTRE NAMORO CRISTÃO E MUNDANO - YouTube
  2. O ALUNO POBRE REVELOU O NAMORO PRA TODO MUNDO ( Nathanflix ...
  3. melhor pedido de namoro do mundo - YouTube
  4. O MELHOR PEDIDO DE NAMORO DO MUNDO
  5. NAMORO DE VAMPIROS - YouTube
  6. NAMORO CRISTÃO: 04 CARACTERÍSTICAS
  7. PEDI TODO MUNDO em NAMORO no SERVIDOR da BREAKMEN (TAVA SÓ ...
  8. PEDIDO DE NAMORO MAIS LINDO DO MUNDO! Bruno e Rita
  9. Melhor pedido de namoro do mundo

Skip navigation Sign in. Search Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. reagi ao “melhor pedido de namoro do mundo” The Cast of 'On My Block' Share Their First Crushes, Splurges, and More Teen Vogue - Duration: 10:35. Teen Vogue Recommended for you. New 🕊 Twitter: @TeafeOficial 📷 Instagram: @teafe 🎮 Facebook: João Vitor Campos Ajude o canal a crescer rapidamente, divulgue para seus amigos e compartilhe este ... O pedido de namoro mais lindo do mundo ( pelo menos para mim! ) Esse foi um dos dias mais especiais da minha vida, pedi a linda Rita karen em namoro no dia 0... Pedindo minha melhor amiga em namoro na sala de aula, OLHA NO OQUE DEU!!! - Duration: 6:18. Paulo Boy Doido 5,132,647 views Quer saber sobre a diferença do Namoro de Crente para o Namoro do Mundo? Então esse vídeo é pra você! ... NAMORO DE CRENTE - [Sr e Sra Lobos] - Duration: 2:33. Sr e Sra Lobos 2,347,946 views ... .....inscreva-se..... o aluno pobre contou para todos que estÁ namorando , qual foi a reaÇÃo deles ? * ... Instagram: Júlia Catherine Snap: juliacatherines