Enciclopédia

An encyclopedia, encyclopaedia or (traditionally) encyclopædia, is a comprehensive written compendium that contains information on all branches of knowledge or a particular branch of knowledge. The word comes from the Classical Greek ἐγκύκλιος παιδεία (pron. enkyklos paideia), literally 'the things of boys/child in a circle', meaning 'a general knowledge.' Explore the fact-checked online encyclopedia from Encyclopaedia Britannica with hundreds of thousands of objective articles, biographies, videos, and images from experts. Portal con contenidos académicos sobre todas las materias de la enseñanza fundamental. Desarrollada por profesionales, es una valiosa herramienta de búsqueda de información para el desarrollo de trabajos, estudio, investigaciones, profundización, debate, cultura... Encyclopedia.com – Online dictionary and encyclopedia with pictures, facts, and videos. Get information and homework help with millions of articles in our FREE, online library. Encyclopaedia, also spelled encyclopedia, reference work that contains information on all branches of knowledge or that treats a particular branch of knowledge in a comprehensive manner.. For more than 2,000 years encyclopaedias have existed as summaries of extant scholarship in forms comprehensible to their readers. The word encyclopaedia is derived from the Greek enkyklios paideia ... Find facts and information about History from trusted sources at Encyclopedia.com The A.D.A.M. Medical Encyclopedia includes over 4,000 articles about diseases, tests, symptoms, injuries, and surgeries. It also contains an extensive library of medical photographs and illustrations. Global access to knowledge about life on Earth. Convergent Lady Beetle. Cliff Chipmunk Encyclopedia. Containing over 100,000 terms, TheFreeDictionary's Encyclopedia is compiled from a number of sources, including The Columbia Encyclopedia®.The current Columbia Electronic Encyclopedia® contains nearly 52,000 entries and more than 84,000 hypertext cross-references, marshalling 6.5 million words on a vast range of topics. Comprehensively revised on a quarterly basis, the ...

Portugal

2008.09.15 07:53 Portugal

Articles related to the country Portugal and Portuguese people in the world. Um lugar para discutir apenas artigos relacionados com Portugal ou portugueses no mundo.
[link]


2008.02.15 21:22 r/Brasil

A casa dos brasileiros no Reddit. Leia as regras e participe de nossa comunidade! The Brazilian community on Reddit. Feel free to post in English or Portuguese!
[link]


2015.04.09 10:50 prometheus_31 Portugal Nostalgia: Subreddit para recordar os velhos tempos: tv, cinema, sociedade, etc

Bem-vindos ao PortugalNostalgia O subreddit para recordar os velhos tempos: tv, cinema, sociedade, etc
[link]


2020.08.15 21:15 gdtn3 Wikipédia, a enciclopédia livre

Macaco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa 📷 Nota: Para outros significados, veja Macaco (desambiguação)). 📷 Macaco nas cavernas de Batu, na Malásia.
Macaco é um termo de origem africana (provavelmente do banto makako)[1] utilizado como designação comum a todas as espécies) de símios ou primatas antropoides. É aplicada restritivamente no Brasil aos cebídeos (ou macacos do Novo Mundo) em geral. No sentido estrito, "macaco" refere-se às espécies de primatas pertencentes ao género Macaca.
A designação mico se origina, segundo o Dicionário Aurélio,[2] do caraíba (karib) continental. É bastante usada no Brasil, onde costuma aplicar-se às espécies do gênero) Cebus, no Sul, e às espécies de pequeno porte, ou saguis, no Norte.
O termo sagui se origina do tupi antigo sagûi e também designa os macacos calitriquídeos de pequeno porte.[3]
Ainda segundo Cunha,[4] o termo símio, que também designa os macacos (tendo sido registrado no português dos séculos XVI e XVII), vem do latim simius, de simus, "que tem o nariz chato".

Índice


Nomenclatura

Na classificação popular brasileira, geralmente se utilizam os termos "macaco" ou mono (segundo o Dicionário Aurélio, antigo termo português para espécie de símio africano),[5] seguidos de um adjetivo que identifique o animal, a exemplo de "mono-carvoeiro" e "macaco-aranha", como exemplificado abaixo na galeria de fotos.

Classificação científica

📷Ver artigo principal: Simiiformes
A classificação científica também se vale desse esquema de adjetivação. Por exemploː no gênero Cebus, incluem-se espécies designadas por libidinosus (macaco-prego), ruivo, robustus etc. Ainda nessa classificação, alguns deles são associados a demônios como Beelzebuth (Ateles belzebuth) e Satanás (Chiropotes satanas) ou se referem a lendas como por exemplo a dos cércopes, salteadores de força descomunal que assaltavam e matavam os viajantes da Grécia Antiga. Conta-se que, no seu atrevimento, chegaram a atacar Hércules enquanto este dormia mas que este, ao acordar, os dominou com facilidade, tratando então de amarrá-los, pretendendo vendê-los como escravos. No caminho do mercado, os cércopes, mesmo amarrados, fizeram tantas brincadeiras e piadas que o herói findou por soltá-los. Contudo, Zeus, o senhor dos homens e dos deuses do Olimpo, não foi tão piedoso e transformou os cércopes em macacosː mais especificamente, os do gênero Cercopithecus.[6]
Macacos do Novo Mundo

Macacos do Velho Mundo

Provérbios, ditos e trovas [Nota 1]

📷 Três Macacos Sábios

Ver também

📷 O macaco peregrino personagem do clássico texto budista chinês "Jornada ao Oeste" [11]

Referências


  1. CH'ÊNG-ÊN, Wu. O macaco peregrino ou a saga ao ocidente. SP, Horus Editora, 2002

Ligações externas

📷 O Wikcionário tem o verbete macaco.

Notas


  1. Compiladas da tradição lusitana, afro-indígena brasileira por diversos autores entre os quais:ITABERABA, Lyra. Já dizia minha vó...sabedoria popular. Salvador, Ed. Assembléia Legislativa do estado da Bahia, 2010; CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. RJ, Ediouro, 1972
📷 Este artigo sobre Primatas, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Categoria:
submitted by gdtn3 to okcamaradaretardado [link] [comments]


2020.08.12 04:57 BubbleQ1999 Onde diabos está Bluehand?

Já que o Mistério de Onde Moram Os Nerds já está praticamente resolvido, proponho aos Sherlocks deste subredit um novo mistério: Onde se enfiou a nossa querida mão azul (eu sei o que você pensou), o sabe tudo, a risada mais bonita da podosfera. Vamos tentar reunir aqui qualquer print, trechos de outros podcasts ou vídeos. Qualquer coisa que nos possa dar pistas de que fim levou nossa enciclopédia humana. Shall, we?
submitted by BubbleQ1999 to jovemnerd [link] [comments]


2020.07.12 20:04 Foxleyy Guia geral de extração de DMT - PT/BR

Guia geral de extração de DMT - PT/BR
Hey everyone else, I've wrote this guide for brazilian people, then it's in brazilian-portuguese language, if anyone else wants to translate, share with us.
Acho necessário apontar que sou estudante de química e trabalho em um laboratório de análises ambientais, portanto, estando contido nesses meios, eu pude adquirir alguns conhecimentos relevantes às ciências exatas que me permitissem elaborar este guia geral. É importante frisar que as informações que eu vos lhes passam não são informações com verificações científicas rígidas, e sim hipóteses feitas a partir da experiência de extrações domésticas de DMT, conhecimento adquirido e informações obtidas nas literaturas disponíveis. Com isso em mente, podemos começar.
É bom se fazer de alguns conhecimentos prévios acerca de algumas ciências tais como bioquímica, química orgânica etc., para uma maior compreensão do processo a ser realizado e para um entendimento completo do que ocorre nesses processos. Será disponibilizado diversos artigos acadêmicos sobre os princípios químicos e os métodos envolvidos para a realização desta extração. A leitura destes artigos não é de suma necessidade, porém, eu acredito que, é necessário disponibilizar um arcabouço cultural para que as hipóteses contidas nesta extração sejam provadas.
Conceitos importantes
Listarei aqui alguns conceitos que acredito serem importantes para o entendimento do método e as reações descritas.
- Ácidos e Bases; - Ligações químicas; - Desprotonação e Protonação; - Interações intermoleculares; - Solventes; - Substâncias apolares e polares; - Estrutura celular; - Ruptura celular; 
1 – Qual planta usar?
A entrecasca da árvore e a casca da raiz de Mimosa Hostilis/Tenuiflora são usadas para preparar diversas misturas ritualísticas em regiões principalmente povoadas por indígenas no Brasil, as mesmas são misturadas com outras plantas da região para resultar em um coquetel indólico de ação farmacológica em animais com sistema nervoso central. Não há muitos estudos realizados que determinam quantitativamente o DMT nessas matrizes orgânicas, porém algumas literaturas disponíveis apontam que há uma maior concentração desse alcaloide nas entrecascas e nas cascas das raízes, que de fato são as partes usadas por grupos ritualísticos que preparam a bebida. Portanto, utilizaremos a casca da raiz de Mimosa, porém esta casca será processada até virar pó, aumentando sua área superficial e assim auxiliando nas reações necessárias para o processo de extração.
2 – O que fazer com a Mimosa Hostilis?
1º Passo: Com a mimosa em pó em mãos, é necessário adiciona-la à uma solução de água (a melhor opção é água ultrapura ou destilada, porém água de torneira tratada também pode ser usada) de aproximadamente 1,5L com pH ácido, entre 3-4, e cozinhar esta mistura levemente por volta de 1 hora. Bom, o DMT é produzido no retículo endoplasmático da célula da Mimosa e armazenado nos vacúolos, nesta etapa, as paredes celulares da mimosa são desintegradas e os componentes celulares são expostos à solução ácida, fazendo com o que o DMT seja convertido para a sua forma salina que é solúvel em água. Usamos aqui vinagre (5%), que é uma solução de ácido acético diluído para acidificar o meio, portanto, como usamos o ácido acético, o DMT será convertido para o sal acetato de DMT (caso fosse usado outro tipo de ácido, como por exemplo, ácido carbônico, o sal seria bicarbonato de DMT). Em meio ácido acontece a protonação do DMT e em seguida a formação deste sal, no entanto, ele não está presente em sua forma sólida e sim em sua forma dissociada com os íons solubilizados em água, isto é, ele está dissolvido na água ácida.
Reações químicas
  1. Acidificação do meio:
Imagem 1. Acidificação.
  1. Protonação do DMT:
Imagem 2. Protonação.
2.1 Formação do acetato de DMT:
Imagem 3. Acetato de DMT.
2º Passo: Filtrar a mistura cozida para separar a solução aquosa do extrato. Repetir a primeira etapa mais 2x e juntar os líquidos obtidos, deve-se obter por volta de 3 a 4 litros de uma solução escura, diminuir o conteúdo total aquecendo-o e deixando evaporar até 1 litro ou 2 litros, é importante não ferver. Isto fará com que todo o DMT extraído para a solução aquosa seja concentrado em uma quantidade menor de líquido, facilitando a extração.
3 º Passo (Opcional): Caso queira uma substância mais pura, é necessário fazer uma extração dos óleos através de solventes com baixa polaridade, portanto, opte por solventes como pentano, hexano etc. Nesta etapa, você era adicionar à solução concentrada cerca de 120mL do solvente escolhido e irá agitar bem por 2 minutos, após a agitação deixar descansando por 10 minutos e retirar o solvente que deverá ser descartado. Repetir mais 2x este processo.
3.1º Passo: Basificar a solução elevando o pH até 13 com alguma base forte ou fraca, o importante é que o meio esteja alcalino o suficiente para o DMT voltar a sua forma molecular que é solúvel em compostos de baixa polaridade.
Reação química
  1. Desprotonação do DMT:
Imagem 4. Desprotonação.
4º Passo: Após a basificação do meio, o DMT está em sua forma molecular, portanto, não está mais dissolvida na água, porém, ainda permanece na mistura, então utilizaremos de um solvente de baixa polaridade para fazer a extração do DMT. Você irá adicionar o solvente à solução aquosa e agitará bem por 2 minutos e deixará descansando até que as 2 camadas estejam completamente separadas. Deve ser feito 3 extrações, sendo as 2 primeiras com 150mL de solvente e a terceira com 200mL, todas as extrações devem ser agrupadas e irão ficar com um volume final de 400-500mL, podendo haver algumas perdas por evaporação e contenção na mistura.
5º Passo: Adicionar o volume final de solvente que foi extraído à uma travessa de vidro e levar ao freezer por 48 horas até a formação do sólido. É aconselhável que o recipiente esteja fechado com plástico filme.
Referências Bibliográficas:
ALMEIDA, Darliane Freire; ASSIS, Thais Josy Castro Freire; SILVA, Ana Ligia Pereira. Dimethyltryptamine: hallucinogenic alkaloid on the Central Nervous System. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 28-33, jan. 2018. ISSN 2526-4338. Available at: <http://revistas.ufcg.edu.bActaBra/index.php/actabra/article/view/43>. Date accessed: 12 july 2020. doi: https://doi.org/10.22571/2526-433843.
USP. QFL314-Química Orgânica Experimental. 2012. 35 Slides. Disponível em: https://edisciplinas.usp.bpluginfile.php/255018/mod\_resource/content/1/extract\_2012.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.
FISCHER, Dominique. Alcaloides. 2016. 80 Slides. Disponível em: https://edisciplinas.usp.bpluginfile.php/1735922/mod\_resource/content/1/Alcaloides%20%202016.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.
EXTRAÇÃO LÍQUIDO-LÍQUIDO. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2020. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Extra%C3%A7%C3%A3o_l%C3%ADquido-l%C3%ADquido&oldid=57782304>. Acesso em: 12 jul. 2020.
ANDRADE, Jailson Bittencourt de; GAUJAC, Alain. Estudos sobre o psicoativo N,N-dimetiltriptamina (DMT) em Mimosa tenuiflora (Willd.) Poiret e em bebidas consumidas em contexto religioso. 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 jul. 2020.
ASSIS, Camila M. de et al . Isolamento e avaliação da atividade biológica dos alcalóides majoritários de Tabernaemontana angulata Mart. ex Müll. Arg., Apocynaceae. Rev. bras. farmacogn., João Pessoa , v. 19, n. 2b, p. 626-631, June 2009 . Available from http://www.scielo.bscielo.php?script=sci\_arttext&pid=S0102-695X2009000400021&lng=en&nrm=iso. access on 12 July 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-695X2009000400021.
SOUZA, Alcilene Dias de. Isolamento de Alcaloides e atividades biológicas de espécies de Lauraceae da Amazônia. 2014. 184 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014. Disponível em: <https://tede.ufam.edu.bhandle/tede/5469>. Acesso em: 12 jul. 2020.
EXTRAÇÃO ÁCIDO-BASE. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Extra%C3%A7%C3%A3o_%C3%A1cido-base&oldid=56243043>. Acesso em: 12 jul. 2020.
submitted by Foxleyy to Psychonaut [link] [comments]


2020.07.12 20:00 Foxleyy Guia geral de extração de DMT - PT/BR

Guia geral de extração de DMT - PT/BR
Hey everyone else, I've wrote this guide for brazilian people, then it's in brazilian-portuguese language, if anyone else wants to translate, share with us.
Acho necessário apontar que sou estudante de química e trabalho em um laboratório de análises ambientais, portanto, estando contido nesses meios, eu pude adquirir alguns conhecimentos relevantes às ciências exatas que me permitissem elaborar este guia geral. É importante frisar que as informações que eu vos lhes passam não são informações com verificações científicas rígidas, e sim hipóteses feitas a partir da experiência de extrações domésticas de DMT, conhecimento adquirido e informações obtidas nas literaturas disponíveis. Com isso em mente, podemos começar.
É bom se fazer de alguns conhecimentos prévios acerca de algumas ciências tais como bioquímica, química orgânica etc., para uma maior compreensão do processo a ser realizado e para um entendimento completo do que ocorre nesses processos. Será disponibilizado diversos artigos acadêmicos sobre os princípios químicos e os métodos envolvidos para a realização desta extração. A leitura destes artigos não é de suma necessidade, porém, eu acredito que, é necessário disponibilizar um arcabouço cultural para que as hipóteses contidas nesta extração sejam provadas.
Conceitos importantes
Listarei aqui alguns conceitos que acredito serem importantes para o entendimento do método e as reações descritas.
- Ácidos e Bases; - Ligações químicas; - Desprotonação e Protonação; - Interações intermoleculares; - Solventes; - Substâncias apolares e polares; - Estrutura celular; - Ruptura celular; 
1 – Qual planta usar?
A entrecasca da árvore e a casca da raiz de Mimosa Hostilis/Tenuiflora são usadas para preparar diversas misturas ritualísticas em regiões principalmente povoadas por indígenas no Brasil, as mesmas são misturadas com outras plantas da região para resultar em um coquetel indólico de ação farmacológica em animais com sistema nervoso central. Não há muitos estudos realizados que determinam quantitativamente o DMT nessas matrizes orgânicas, porém algumas literaturas disponíveis apontam que há uma maior concentração desse alcaloide nas entrecascas e nas cascas das raízes, que de fato são as partes usadas por grupos ritualísticos que preparam a bebida. Portanto, utilizaremos a casca da raiz de Mimosa, porém esta casca será processada até virar pó, aumentando sua área superficial e assim auxiliando nas reações necessárias para o processo de extração.
2 – O que fazer com a Mimosa Hostilis?
1º Passo: Com a mimosa em pó em mãos, é necessário adiciona-la à uma solução de água (a melhor opção é água ultrapura ou destilada, porém água de torneira tratada também pode ser usada) de aproximadamente 1,5L com pH ácido, entre 3-4, e cozinhar esta mistura levemente por volta de 1 hora. Bom, o DMT é produzido no retículo endoplasmático da célula da Mimosa e armazenado nos vacúolos, nesta etapa, as paredes celulares da mimosa são desintegradas e os componentes celulares são expostos à solução ácida, fazendo com o que o DMT seja convertido para a sua forma salina que é solúvel em água. Usamos aqui vinagre (5%), que é uma solução de ácido acético diluído para acidificar o meio, portanto, como usamos o ácido acético, o DMT será convertido para o sal acetato de DMT (caso fosse usado outro tipo de ácido, como por exemplo, ácido carbônico, o sal seria bicarbonato de DMT). Em meio ácido acontece a protonação do DMT e em seguida a formação deste sal, no entanto, ele não está presente em sua forma sólida e sim em sua forma dissociada com os íons solubilizados em água, isto é, ele está dissolvido na água ácida.
Reações químicas
  1. Acidificação do meio:
Imagem 1. Acidificação.
  1. Protonação do DMT:
Imagem 2. Protonação.
2.1 Formação do acetato de DMT:
Imagem 3. Acetato de DMT.
2º Passo: Filtrar a mistura cozida para separar a solução aquosa do extrato. Repetir a primeira etapa mais 2x e juntar os líquidos obtidos, deve-se obter por volta de 3 a 4 litros de uma solução escura, diminuir o conteúdo total aquecendo-o e deixando evaporar até 1 litro ou 2 litros, é importante não ferver. Isto fará com que todo o DMT extraído para a solução aquosa seja concentrado em uma quantidade menor de líquido, facilitando a extração.
3 º Passo (Opcional): Caso queira uma substância mais pura, é necessário fazer uma extração dos óleos através de solventes com baixa polaridade, portanto, opte por solventes como pentano, hexano etc. Nesta etapa, você era adicionar à solução concentrada cerca de 120mL do solvente escolhido e irá agitar bem por 2 minutos, após a agitação deixar descansando por 10 minutos e retirar o solvente que deverá ser descartado. Repetir mais 2x este processo.
3.1º Passo: Basificar a solução elevando o pH até 13 com alguma base forte ou fraca, o importante é que o meio esteja alcalino o suficiente para o DMT voltar a sua forma molecular que é solúvel em compostos de baixa polaridade.
Reação química
  1. Desprotonação do DMT:
Imagem 4. Desprotonação.
4º Passo: Após a basificação do meio, o DMT está em sua forma molecular, portanto, não está mais dissolvida na água, porém, ainda permanece na mistura, então utilizaremos de um solvente de baixa polaridade para fazer a extração do DMT. Você irá adicionar o solvente à solução aquosa e agitará bem por 2 minutos e deixará descansando até que as 2 camadas estejam completamente separadas. Deve ser feito 3 extrações, sendo as 2 primeiras com 150mL de solvente e a terceira com 200mL, todas as extrações devem ser agrupadas e irão ficar com um volume final de 400-500mL, podendo haver algumas perdas por evaporação e contenção na mistura.
5º Passo: Adicionar o volume final de solvente que foi extraído à uma travessa de vidro e levar ao freezer por 48 horas até a formação do sólido. É aconselhável que o recipiente esteja fechado com plástico filme.
Referências Bibliográficas:
ALMEIDA, Darliane Freire; ASSIS, Thais Josy Castro Freire; SILVA, Ana Ligia Pereira. Dimethyltryptamine: hallucinogenic alkaloid on the Central Nervous System. Acta Brasiliensis, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 28-33, jan. 2018. ISSN 2526-4338. Available at: <http://revistas.ufcg.edu.bActaBra/index.php/actabra/article/view/43>. Date accessed: 12 july 2020. doi: https://doi.org/10.22571/2526-433843.
USP. QFL314-Química Orgânica Experimental. 2012. 35 Slides. Disponível em: https://edisciplinas.usp.bpluginfile.php/255018/mod\_resource/content/1/extract\_2012.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.
FISCHER, Dominique. Alcaloides. 2016. 80 Slides. Disponível em: https://edisciplinas.usp.bpluginfile.php/1735922/mod\_resource/content/1/Alcaloides%20%202016.pdf. Acesso em: 12 jul. 2020.
EXTRAÇÃO LÍQUIDO-LÍQUIDO. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2020. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Extra%C3%A7%C3%A3o_l%C3%ADquido-l%C3%ADquido&oldid=57782304>. Acesso em: 12 jul. 2020.
ANDRADE, Jailson Bittencourt de; GAUJAC, Alain. Estudos sobre o psicoativo N,N-dimetiltriptamina (DMT) em Mimosa tenuiflora (Willd.) Poiret e em bebidas consumidas em contexto religioso. 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 jul. 2020.
ASSIS, Camila M. de et al . Isolamento e avaliação da atividade biológica dos alcalóides majoritários de Tabernaemontana angulata Mart. ex Müll. Arg., Apocynaceae. Rev. bras. farmacogn., João Pessoa , v. 19, n. 2b, p. 626-631, June 2009 . Available from http://www.scielo.bscielo.php?script=sci\_arttext&pid=S0102-695X2009000400021&lng=en&nrm=iso. access on 12 July 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-695X2009000400021.
SOUZA, Alcilene Dias de. Isolamento de Alcaloides e atividades biológicas de espécies de Lauraceae da Amazônia. 2014. 184 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014. Disponível em: <https://tede.ufam.edu.bhandle/tede/5469>. Acesso em: 12 jul. 2020.
EXTRAÇÃO ÁCIDO-BASE. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Extra%C3%A7%C3%A3o_%C3%A1cido-base&oldid=56243043>. Acesso em: 12 jul. 2020.
submitted by Foxleyy to DMT [link] [comments]


2020.07.07 02:21 AnaCarol_1108 O Luba tava na minha aula sobre iluminismo maaaaannn. Para os curiosos, esse cara juntamente com seu amigo desenvolveram a primeira enciclopédia. Cara é a mesma coisa, quem não acha é corno.

O Luba tava na minha aula sobre iluminismo maaaaannn. Para os curiosos, esse cara juntamente com seu amigo desenvolveram a primeira enciclopédia. Cara é a mesma coisa, quem não acha é corno. submitted by AnaCarol_1108 to nhaa [link] [comments]


2020.07.02 03:17 Furao_do_mato Procrastinação

Eu sei que vocês estão cansados de relatos de adolescente chorão, mas tenho que postar isso. Já não aguento mais procrastinar, nunca fui mal aluno, mas desde ano passado, quando cheguei próximo de experienciar "Burnout" devido a uma quantidade exaustiva de horas estudando (só de colégio ultrapassava 10 horas/dia), eu venho tendo problemas para despejar o que sinto, já que a maioria dos meus colegas do meu cursinho eu conversava só pessoalmente e eles me veem mais como uma enciclopédia do que como ser humano, devido ao meu jeitinho esquisito de introvertido com reações confusas, grosserias que eu achava frases naturais (a maioria das pessoas ignorava meus "coices") e falta de interesse em relacionamentos no geral em detrimento nos meus estudos (no terceiro ano nem tanto, mas no primeiro e no segundo a mesma pessoa que me ignorava vinha me pedir resumo do mês 30 minutos antes das provas).
Basicamente, vou ter que ficar mais uns meses de aula virtual, se não conseguir uma vaga na universidade no meio do ano, o mundo vive um apocalipse pandemônico, eu não me sinto livre para falar coisas básicas como esse desabafo com os quatro contatos salvos que eu tenho contato e, para a "cereja do bolo", devo estar desenvolvendo ansiedade, já que meu cabelo só parou de cair quando eu cortei quase todo fora, além de outros desejos e sentimentos que quero mencionar; tudo isso está me fazendo procrastinar muito.
Ouço música instrumental, dou conselhos e vejo postagens aqui no reddit, leio livros e assisto a resenhas deles, até participo das aulas não presenciais, mas estou com dificuldade extrema de fazer listas de exercícios e isso está me prejudicando, simplesmente não consigo fazer uma questão se faço uma redação, por exemplo, tudo para não fazer as benditas questões.
Enfim, quero descarregar isso tudo, não chega perto do que outras pessoas vêm sofrendo, mas não quero deixar isso remoer dentro de mim. Espero superar isso se for para a faculdade (apesar que o mais provável é que piore).
Aceito sugestões (pode me chamar por ele)
submitted by Furao_do_mato to desabafos [link] [comments]


2020.06.30 00:13 Dannzsche Para quem riu da lista dos antifascistas e pensa que a direita brasileira é bunda mole - Comando de Caça aos Comunistas – Wikipédia, a enciclopédia livre

submitted by Dannzsche to BrasildoB [link] [comments]


2020.06.30 00:13 Dannzsche Para quem riu da lista dos antifascistas e pensa que a direita brasileira é bunda mole - Comando de Caça aos Comunistas – Wikipédia, a enciclopédia livre

submitted by Dannzsche to Anarquia_Brasileira [link] [comments]


2020.06.25 17:38 marcelovitor Conheça todas as Extensões de Domínios Internacionais

Conheça todas as Extensões de Domínios Internacionais

https://preview.redd.it/ov0ij3z4t2751.jpg?width=903&format=pjpg&auto=webp&s=7b5c6970bc50692c2dc8327385b98cd10db0eca5
Os domínios internacionais, são todas aqueles que não possuem o final .br no nome. Então você sabe, eles são uma quantidade enorme, não é mesmo?
Atualmente o registro de domínio com extensões internacionais, tem sido usado bastante no Brasil, .com, .net, .info são as mais comuns. Um hábito que tem sido bem comum também, é o registro de domínio com extensões diferentes, por exemplo, a empresa registra tanto o .com quanto o .com.br.
Em geral, essa ação é feita para garantir que nenhuma outra empresa utilize o mesmo nome do seu negócio em um endereço web semelhante. Ou seja, aquele que possui o mesmo nome antes do sufixo, mas, utiliza-se de outra terminação para o direito de uso desse.
Apesar de muitos não entender, todos os esses sufixos tem um significado, se enquadra a um tipo de nicho. Vou lhe dar alguns exemplos para entender melhor:
Domínios internacionais gTLD
Essa é uma sigla usada para domínios de primeiro nível, são mais de 250 terminações, abaixo lhe passo as mais comuns:
.com – mais utilizada em todo mundo, em 2020 ela faz 30 anos desde sua criação que se destina a atividades comerciais de forma geral;
.org e .ong- entidades e organizações sem fins lucrativos;
.net – telecomunicação e internet;
.gov – instituições do Governo Federal;
.info – enciclopédias online e sites de informações;
.biz – comércio em geral (alternativa para .com);
.cloud – serviços de cloud compunting (navegação em nuvem);
Domínios internacionais ccTLD
Essa sigla representa domínio de primeiro nível do código do país. Essa extensões tem a função de mostrar a origem do país daquele domínio.
Mas, apesar terem sido criadas com a idéia apenas por pessoas físicas e jurídicas dos seus respectivos países. Algumas delas passaram a ser usadas com outras finalidades, tais como:veja uns exemplos:
.bz – código de Belize, podendo ser utilizada para empresas de negócios “business”;
.cc – código das Ilhas Cocos, também usada como “creative commons” para diversos sites;
.me – código de Montenegro, mas, muito usada para blogs pessoais e sites autorias, representando um tratamento pessoal;
.co – código da Colômbia, também usado como “companhia” em diversos setores;
.ws – código de Samoa, sendo assim, utilizado como “website”;
Fizemos um artigo com todas as extensões mais utilizadas, bem como seus significados. Veja no link: https://bqhost.com.bblog/extensoes-dominios-internacionais/
submitted by marcelovitor to u/marcelovitor [link] [comments]


2020.06.02 17:03 cuzaochato O que o grande Outro representa?

Zizek em "Como ler Lacan" explica o conceito do Outro como:
"AS NOVELAS MEXICANAS SÃO GRAVADAS num ritmo tão frenético (um episódio de 25 minutos por dia, todos os dias) que os atores sequer recebem o texto para aprender suas falas de antemão; usam minúsculos receptores em seus ouvidos que lhes dizem o que fazer e aprendem a representar o que ouvem (“Agora lhe dê um tapa e diga que o odeia! Depois o abrace! …”). Esse procedimento nos dá uma imagem do que, segundo a percepção comum, Lacan quer dizer com “o grande Outro”.
[...]
É por isso que o grande Outro pode ser personificado ou reificado como um agente único: o “Deus” que vela por mim do além, e sobre todos os indivíduos reais, ou a Causa que me envolve (Liberdade, Comunismo, Nação) e pela qual estou pronto a dar minha vida. Enquanto falo, nunca sou meramente um “pequeno outro” (indivíduo) interagindo com outros “pequenos outros”: o grande Outro deve sempre estar lá.
[...]
Apesar de todo o seu poder fundador, o grande Outro é frágil, insubstancial, propriamente virtual, no sentido de que seu status é o de um pressuposto subjetivo. Ele só existe na medida em que sujeitos agem como se ele existisse. Seu status é semelhante ao de uma causa ideológica como Comunismo ou Nação: ele é a substância dos indivíduos que se reconhecem nele, o fundamento de toda a sua existência, o ponto de referência que fornece o horizonte supremo de significado, algo pelo qual esses indivíduos estão prontos a dar suas vidas; no entanto, a única coisa que realmente existe são esses indivíduos e suas atividades, de modo que essa substância é real apenas na medida em que indivíduos acreditam nela e agem de acordo com isso. É por causa do caráter virtual do grande Outro que, como Lacan bem expressou no final do seu “Seminário sobre ‘A carta roubada’”, uma carta sempre chega ao seu destino. Podemos dizer até que a única carta que chega completa e efetivamente ao seu destino é a carta não enviada − seu verdadeiro destinatário não são outros de carne e osso, mas o próprio grande Outro."
Como ler Lacan, 2017, Pg 5, Cap 1
Outra definição pela enciclopédia da psicanálise (tradução livre):
"O grande Outro representa a alteridade radical, que transcende a ilusão do imaginário por que não pode ser assimilado através da identificação. Para Lacan, o grande Outro é o simbólico particular de cada indivíduo."
submitted by cuzaochato to SuturaPsicanalitica [link] [comments]


2020.06.01 07:57 jeduardooliveira Algumas curiosidades das eliminatórias das copas do mundo - Parte I

Cara, copa do mundo para mim é como se fosse um natal de um mês. Saber os resultados, campeões, vices e sedes constitui para mim um hobby desde, sei lá, 11 ou 12 anos. Lia em uma enciclopédia Britânica do Brasil, capa preta. Contudo, a copa do mundo não se restringe apenas aos jogos no país sede, como a própria Fifa chama, as eliminatórias são uma fase preliminar da copa do mundo, portanto faz parte desta. Fiz um apanhado de curiosidades de todas as eliminatórias e vou postando por partes.
Curiosidades gerais:
- A maior goleada da história das eliminatórias: Austrália 31 - 0 Samoa Americana https://www.youtube.com/watch?v=1wg9ox9F7Vw;
- Além do Brasil, Espanha e Itália nunca perderam em casa nas eliminatórias;
- A Itália é a seleção que tem o melhor aproveitamento em casa em eliminatórias (entre campeões do mundo): 92% (41v e 6 e), Espanha é a segunda com 88% (44v e 9e) e o Brasil é o terceiro com 84% (39v e 12e);
- Chama a atenção, também, o desempenho de Austrália e Egito, que perderam apenas uma partida em casa. Entre todas as seleções, a Austrália é a que tem o melhor aproveitamento em casa: 90%;
- A maior goleada em eliminatórias da CONMEBOL é Brasil 8x0 Bolívia, em 1977, e não foi no Brasil, foi em Cáli, na Colômbia;
- Desde que foi adotado o sistema de pontos corridos nas eliminatórias da Am. Do Sul, apenas Brasil (05, 09 e 17) e Argentina (97, 01 e 13) venceram as eliminatórias, na verdade, o Brasil só não venceu em 2001 (em 97 e 13 não participou);
- Apesar de o Brasil ser o único país que disputou todas as copas, Alemanha e a extinta Sérvia e Montenegro(apenas com essa denominação) jamais falharam nas Eliminatórias da Copa do Mundo;
- Seleções que jogaram das eliminatórias até se tornarem campeões da copa do mundo sem perder nenhum jogo: Itália (1934), Brasil (1958), Brasil (1970*), Alemanha (1990) e Alemanha (2014). *Brasil foi a única seleção a vencer todos os jogos desde as eliminatórias até ser campeão;
Agora separado por copas...
Para a copa 1930 não houve eliminatórias. Treze seleções foram a copa.
1934
- Primeiras eliminatórias e primeira, e única, em que o país sede (Itália) teve que participar, haviam 29 inscritos para 16 vagas;
- Foram 21 seleções da Europa, 4 da América do Sul, 4 da Concacaf e 2 do Oriente Médio (Egito e Palestina). Sim! Havia um seleção Palestina, era do território dos atuais Israel e Palestina e era controlada pelo Reino Unido desde a 1º Guerra Mundial, formada por Árabe e Judeus, apenas jogadores judeus jogaram (alegadamente por critérios técnicos);
- As 16 vagas da copa do mundo foram distribuídas em 12 vagas (!) para a Europa (sério! 12 vagas de 16 para a Europa). A América do Sul ficou com 2 vagas, que seriam disputadas em Brasil x Peru e Argentina x Chile, no final, tanto Peru quanto Chile desistiram da disputa e Brasil e Argentina se classificaram direto;
- Na Europa as 21 seleções foram dividas em 8 grupos, a Alemanha e a França ficaram no mesmo grupo, porém não precisaram se enfrentar, graças as sapatadas de ambas em Luxemburgo, a outra seleção do grupo;
- Outra curiosidade é a goleada de 9x0 da Espanha sobre Portugal;
- A decisão da vaga da Concacaf, entre EUA e México, foi disputada em Roma, três dias antes da Copa do Mundo começar, o EUA venceram por 4x2 no dia 24/05/34, foram eliminados da Copa dia 27/05/34 pela Itália, por 7x1 – o menor período de tempo classificado em uma copa;
- A seleção Italiana da época, pré II Guerra M. (Mussolini no poder), tinha Raimundo Orsi, que jogou a Final da copa de 30 pela Argentina, seu país de origem, também tinha Monti e Guarita, que se naturalizaram italianos (nascidos na Argentina) e Anfilogino Guarisi (Filó), jogador da Roma e da seleção italiana, à época da Copa, que era brasileiro e jogou no Corinthians. Na época, para se naturalizar Italiano, bastava ter sobrenome Italiano, também não havia a restrição de jogar por mais de uma seleção;
- Devido a vários países Europeus se recusarem a vir jogar a copa de 1930, o Uruguai boicotou esta copa, apesar de ser a seleção mais forte no momento, pois era o atual campeão da copa de 30, atual bicampeão olímpico de (em 24 e 28, já que em 32 não houve futebol nas olimpíadas) e ainda ganharia a Copa América de 1935;
- Havia, na época, duas federações de futebol no Brasil. No entanto, a FIFA reconhecia apenas a CBD (amadora), apesar de a maioria dos grandes clubes brasileiros estarem filiados à FPF (profissional). O Botafogo ainda vivia no amadorismo e por isso, o dirigente Carlito Rocha foi o indicado para montar a seleção. Para tentar formar uma equipe forte, a saída encontrada pelo cartola foi contratar jogadores apenas para a Copa do Mundo. Os clubes não viram a estratégia com bons olhos e mais uma vez, o Brasil foi para o Mundial sem a força máxima. Dos 17 convocados, 15 pertenciam ao Botafogo, Vasco ou São Paulo. Para se ter uma ideia, o Palmeiras (na época Palestra Itália) enviou os jogadores para uma fazenda para que não fossem convocados;
- Como o Brasil, a Argentina também foi para a Itália com uma seleção fraca. Os grandes clubes do país haviam se profissionalizado e criado uma liga não reconhecida pela FIFA. Assim, os platinos foram representados por jogadores amadores, vindo de clubes como Dock Sud, Sarmiento, Defensores de Belgrano e Desamparados;
- As seleções Britânicas seguiram em seu autoexílio quanto a Fifa, prefirindo as disputas de seu Campeonato Interbritânico, https://pt.wikipedia.org/wiki/British_Home_Championship.
Fontes:
O Guia Cult Para A Copa Do Mundo, por Sean Weiland, Matt Wilsey, 2016. https://www.amazon.com.bGuia-Cult-Para-Copa-Mundo/dp/8532520626
https://www.futbox.com/blog/opiniao/top-5-curiosidades-da-copa-do-mundo-de-1934
https://pt.wikipedia.org/wiki/Eliminat%C3%B3rias_da_Copa_do_Mundo_FIFA_de_1934
https://www.zerozero.pt/text.php?id=5210&theme=262&caderno=0&theme_pai=0
https://pt.wikipedia.org/wiki/Eliminat%C3%B3rias_da_Copa_do_Mundo_FIFA
https://www.rsssfbrasil.com/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Futebol_nos_Jogos_Ol%C3%ADmpicos
e claro
Enciclopédia Britânica do Brasil – 1992.
Se vocês gostarem, faço isso para as Eliminatórias das Copas de 1938 e 1950.
Edit: alterei a palavra restringi para restringe, tava de doer...
submitted by jeduardooliveira to futebol [link] [comments]


2020.05.21 15:38 Ricosolar MÁSCARAS = ACIDOSE = INFECÇÕES

Acidose – Wikipédia, a enciclopédia livrept.wikipedia.org › wiki › Acidose Acidose refere-se ao processo de diminuição do pH sanguíneo para menos de 7,35 (aumento de H+) causando acidemia (Acidemia refere-se ao estado acídico do sangue; Acidose, por outro lado, corresponde ao processo que acidifica. ... "Renal tubular acidosis : developments in our understanding of the molecular basis".
submitted by Ricosolar to u/Ricosolar [link] [comments]


2020.05.11 01:21 qohelet1212 Como Não Morrer, de Michael Greger


https://preview.redd.it/h7g73jfpt0y41.png?width=600&format=png&auto=webp&s=10ab04010abaff013dfcca4759c8300710740d8c
SINOPSE
Os melhores remédios do mundo estão todos no seu prato.Descubra os alimentos, cientificamente comprovados, que previnem ou curam as principais doenças.As consultas médicas duram cerca de 15 minutos. O paciente é admitido com uma determinada doença e sai com a receita. Mas quase nunca o informam do que deve fazer para prevenir a doença ou para não ter recaídas. E raras vezes sai do consultório com uma lista de alimentos que deve comer ou evitar. Michael Greger, provavelmente um dos médicos mais conhecidos (e seguidos) dos Estados Unidos, sempre lutou contra o modo como a medicina era praticada. E decidiu que dedicaria a sua vida a dizer aos pacientes o que ninguém lhes dizia na consulta. Ou seja, que há alimentos muito mais eficazes do que qualquer remédio. Ao longo de décadas reuniu as provas científicas, falou com especialistas de todo o mundo e começou a divulgar as informações num site que se tornou um caso raro de sucesso. Neste livro, apresenta as conclusões. Usa como ponto de partida as 15 doenças mais mortais dos problemas cardíacos ao cancro, passando pela diabetes. Explica como as contraímos e porquê. E depois dá-nos a receita para as evitar ou curar. Como Não Morrer a mais completa enciclopédia da saúde do mercado , faculta as prescrições de que precisa. E ainda a indispensável lista dos doze conselhos essenciais para garantir que não precisará de ir ao médico tão cedo.
epub Novos Maio 2020 (43 livros) Novos Abril 2020 (177 livros) Biblioteca Completa (1970 livros): Mega Dropbox
submitted by qohelet1212 to Biblioteca [link] [comments]


2020.03.11 21:41 thiagostocco Sobre as prisões do dia 02/07

Algumas coisas me parecem estranhas com relação às prisões de Celina e Beatriz.
Pelo que foi falado, elas teriam sido presas em casa por volta de 8h da manhã e encaminhadas ao fórum, por volta das 9h. Chegando lá, não encontraram a juíza Anézia.
Olhando os documentos vinculados ao ep.25, disponíveis na enciclopédia, vemos que foi feito o pedido de prisão de ambas no dia 2 de julho, bem como foi determinada a expedição dos mandados na mesma data, pela juíza.
Ou seja, tanto o pedido como a expedição foram feitas antes das 8h da manhã.
O pedido de prisão contém só a assinatura do promotor, sem identificação alguma, em folha não timbrada.
No termo de declaração do Osvaldo, como falou o Ivan, consta a expressão "Dr. Promotor de Justiça" embaixo da assinatura, apesar de no corpo do termo constar o nome do Promotor Dr. Samir. Mas outra coisa curiosa é a escrivã ter redigido o termo. Não sei se naquela época existia cargo de escrivã no MP (hoje não existe), ou se a tal escrivã foi "emprestada" do judiciário. A tal da escrivã não assinou o ato, como deveria, nem se identificou.
Como visto no episódio, uma das escrivãs "delatou" que a outra escrivã, Áurea, teria passado a madrugada redigindo o mandado de prisão. O que me leva a crer que possivelmente também ela deve ter sido quem datilografou o termo de declaração de Osvaldo, na mesma ocasião. Isso leva a duas hipóteses: 1) o pedido de prisão também teria sido datilografado por ela, a pedido da Dr. Anézia (visto que nem consta o nome do Promotor que assina o pedido, podendo qualquer um assinar) durante a madrugada mesmo 2) o pedido de prisão foi feito posteriormente à própria determinação da juíza sobre a expedição dos mandados de prisão, para legitimar o ato.
Recomendo inclusive ouvir o episódio 11 novamente. Bate com tudo isso.

Achei isso bem curioso.
O que acham?
submitted by thiagostocco to ProjetoHumanos [link] [comments]


2020.03.01 21:15 cyberxaman Pequeno compilado de textos de Errico Malatesta, na enciclopédia anarquista lusófona:

Pequeno compilado de textos de Errico Malatesta, na enciclopédia anarquista lusófona: submitted by cyberxaman to u/cyberxaman [link] [comments]


2020.02.09 13:10 anunesbr Inside the trial of a Nazi concentration camp guard - 2/8/2020 - World - Notícias - Enciclopédia Virtual

submitted by anunesbr to worldpolitics [link] [comments]


2020.02.09 12:58 anunesbr 15 melhores jogos de Guerra para PC fraco - Enciclopédia Virtual

15 melhores jogos de Guerra para PC fraco - Enciclopédia Virtual submitted by anunesbr to jogatina [link] [comments]


2020.01.28 20:35 MonstroDosMares Pequeno compilado de textos de Errico Malatesta, na enciclopédia anarquista lusófona:

Pequeno compilado de textos de Errico Malatesta, na enciclopédia anarquista lusófona: submitted by MonstroDosMares to AnarquismoBrasil [link] [comments]


2020.01.26 11:15 rimbaud17 Os Anéis de Saturno, de W. G. Sebald (PDF)

Alguém consegue fazer um EPUB ou MObi deste PDF?
Anteceipadamente, obrigado!

https://mega.nz/#F!EeJiWSSB!0FkVl_L9e4JwYkjXvhmv4A
Plano Nacional de LeituraLivro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.
Como outros livros de W.G. Sebald, Os Anéis de Saturno é de impossível classificação: é ficção, viagem, biografia, mito, enciclopédia. Uma viagem a pé pelo litoral inglês de Suffolk e um relato autorreferencial transformam-se numa longa romagem melancólica por lugares da literatura, da arte e da história, as grandiosas (ou malfadadas) construções do espírito humano. Aqui, como em outros livros, Sebald conduz um paciente trabalho de arqueólogo, resgatando do esquecimento dos homens os prodígios da natureza e da criação lado a lado com a destruição, o horror do holocausto, da guerra, da escravatura.O movimento exploratório do individual para o universal (e vice-versa), os grandes temas recorrentes do tempo, da memória e da identidade (inesgotáveis em si mesmos e na inimaginável riqueza de manifestações que Sebald observa) mantêm-se em Os Anéis de Saturno. Mas este será talvez o seu livro mais sombrio, mais arrebatador - e mais belo.
CRÍTICAS DE IMPRENSA«Tão estranha como convincente – assim é a força invulgar da linguagem de Sebald, a sua seriedade festiva, a sua maleabilidade, a sua precisão.»Susan Sontag

https://mega.nz/#F!EeJiWSSB!0FkVl_L9e4JwYkjXvhmv4A
submitted by rimbaud17 to Biblioteca [link] [comments]


2020.01.11 21:48 wolfsuper Homens Bons - Arturo Pérez-Reverte

SINOPSE
Na Europa do século XVIII, dois homens viajam em segredo. A sua missão? Levar para Espanha algo proibido: os 28 volumes da Enciclopédia Francesa de D'Alembert e Diderot. A delicada tarefa está nas mãos do bibliotecário don Hermógenes Molina e do almirante don Pedro Zárate, membros da Real Academia Espanhola. Mas estes dois académicos estão longe de imaginar as peripécias que os aguardam... Da Madrid de Carlos III à Paris libertina e pré-revolucionária, com os seus cafés e tertúlias filosóficas, don Hermógenes e don Pedro embarcam numa intrépida aventura, repleta de heróis e vilãos, intrigas e incertezas. Com o rigor a que já nos habituou - e baseando-se em acontecimentos e personagens reais, Arturo Pérez-Reverte transporta-nos para a magnífica era do Iluminismo, quando a ânsia de liberdade derrubava a ordem estabelecida, e dá-nos a conhecer os heroicos homens que quiseram mudar o mundo com os livros. Um romance sobre fé e razão, Teologia e Ciência, sombra e luz.

Link: https://mega.nz/#F!n0slGIjC!wug8JAVhoeyTrUvYBWa0Tg
submitted by wolfsuper to Biblioteca [link] [comments]


2020.01.08 18:23 CaptCapy Qual a sua opinião na polêmica da "verdinha"?

Por aqui música com alusão a drogas e duplos sentidos existem desde os anos 70 ou sei lá. Não posso ser hipócrita de dizer que sou a favor da liberdade de expressão e tentar banir a letra da música . (Por mais que seja um lixo!)
PORÉM, o problema reside quando a música toca no programa da Fátima Bernardes, 10h da manhã, num programa L de livre. Além de fazer apologia de graça num programa aberto, fica pior. imagine, sua irmãzinha pesquisa a letra no YouTube e descobre a enciclopédia de putaria e bandidagem que é o canal da Ludmilla/Anitta e afins. Aprende e quer fazer igual.
Penso que , Ludmilla , Fátima e envolvidos devem se fuder (legalmente). Opiniões?
submitted by CaptCapy to brasilivre [link] [comments]


2019.12.26 02:00 silveringking Um pedido de desculpas...

Eu não precisava de fazer este pedido de desculpas, mas vou fazê-lo até porque algumas pessoas interpretaram as minhas palavras como se eu me achasse melhor que os outros. Se ofendi alguém ao denominar-me de polimata no meu tópico da queda do império, eu peço desculpa e retiro as minhas palavras. Eu utilizei o termo polimata por falta de melhor termo.
Segundo o priberam:
po·lí·ma·ta (grego polumatês, -ês) adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros
Que ou quem estudou e sabe muitas coisas ou muitas ciências (ex.: Santa Hildegarda era uma freira polímata; os polímatas são peritos em muitas áreas do conhecimento). = POLÍMATE, POLÍMATO
"polimata", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/polimata [consultado em 25-12-2019].

Ora eu tenho um interesse muito grande em ler, leio muito, é um hobby, e uma das coisas que eu mais gosto de ler são enciclopédias. Para além disso eu tenho uma memória muito forte, consigo visualizar o que eu li e ouvi muito rapidamente, mesmo quando se trata de conhecidos eu consigo lembrá-los de coisas que aconteceram faz muitos anos. Ou seja consigo me lembrar muito bem do meu próprio passado.
Ao dizer que eu sou um polimata, eu não quis me comparar a Da Vinci ou a Tesla, não quis dizer que sou melhor que os outros. Simplesmente era o melhor termo que me ocorria na altura. Podem me chamar um marrão que gosta de estudar e que tem boa memória se preferirem. Eu não precisava de fazer este pedido de desculpas, mas vou fazê-lo para que não me digam que eu já me acho melhor que os outros. Não acho mesmo, e possivelmente todos vocês conseguem fazer coisas que eu nunca conseguiria fazer. Como jogar bem futebol, fazer bem cálculos, ter capacidades de sobrevivência na selva excelentes. Não sou melhor que vocês, simplesmente tenho esta habilidade. Retiro o que disse, assim penso que ninguém poderá dizer que eu não o fiz.
A queda do império voltará em breve. Tenho de pegar nuns livros que tenho aqui porque eu queria contar a história do vinho do Porto e do vinho verde.
Peço também desculpa às tantas pessoas a quem eu não respondi, é muito difícil responder a toda a gente, peço também desculpa, devem compreender, só tenho dois braços.
Obrigado, e resto de boa noite...

Ps: Eu não sou formado em história, sou tradutor de profissão caso queiram saber.
submitted by silveringking to portugal [link] [comments]


Herman Enciclopédia - Expo 97 - Politica - YouTube Encyclopedia Britannica: All the world at your fingertips ... ECHO by BETTY from HBO's 'Encyclopedia' - YouTube Enciclopédia Cósmica - YouTube Enciclopédia Futebol - YouTube

Encyclopedia of Life

  1. Herman Enciclopédia - Expo 97 - Politica - YouTube
  2. Encyclopedia Britannica: All the world at your fingertips ...
  3. ECHO by BETTY from HBO's 'Encyclopedia' - YouTube
  4. Enciclopédia Cósmica - YouTube
  5. Enciclopédia Futebol - YouTube
  6. Herman Enciclopédia - P.E.I.D.A
  7. The controversial origins of the Encyclopedia - Addison ...

Two hundred and fifty years ago, in Edinburgh, Scotland, a printer, an engraver, and an editor teamed up to produce the first Encyclopedia Britannica, which ... Herman Enciclopédia Essencial 4 Baladeiro [extracto] - Duration: 3:11. xadoc 121,030 views. 3:11. Herman José A mensagem de Natal de Diácono Remédios - Duration: 3:29. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. Episode E from the 1988 HBO/Children's Television Workshop, featuring art rock trio BETTY. Fifth episode in the series of 26 letters of the alphabet, definin... View full lesson: https://ed.ted.com/lessons/the-controversial-origins-of-the-encyclopedia-addison-anderson The first encyclopedia contained 70,000 entries a... O Enciclopédia Futebol traz curiosidades, quizzes, seleções históricas e muita informação sobre o esporte mais popular do mundo! Confira os vídeos e INSCREVA... O Enciclopédia Cósmica é um canal que aborda temas com teor filosófico e espiritual, trazendo conhecimento e reflexões que ajudem no processo de autoconhecim...